CategoryDicas

Entenda como aplicar um plano de negócios no seu e-commerce

O E-commerce é uma alternativa que pode ser bastante promissora quando o objetivo é trabalhar com vendas online.

Prova disso é o fato de que 74% dos brasileiros que compram pela internet preferem fazer aquisições nessa plataforma, de acordo com um levantamento da NZN Intelligence.

Seja pela comodidade ou pela praticidade de não ter que ir à uma loja física, o comércio virtual é uma modalidade que ganha audiência a cada dia e, portanto, é uma boa oportunidade para expandir seus negócios na internet.

Roupas, cosméticos, acessórios industriais como conexões em aço inox, calçados. São tantas possibilidades de venda e isso mostra o quanto essa opção pode beneficiar os mais diversos segmentos do mercado.

Vale destacar que, assim como no negócio físico, é preciso fazer um plano de negócio para sua loja virtual.

Se interessou pelo assunto? Continue a leitura, pois vamos abordar algumas dicas de como você pode estruturar seu negócio na web.

Avalie seu produto

Pare e pense: o seu produto é algo que ganharia visibilidade e geraria um aumento de vendas com o mercado online?

Essa avaliação das oportunidades e características do produto nesse meio, bem como a análise das estratégias da concorrência, é um ponto de partida para a estruturação de um plano de negócio.

Vamos imaginar que você vende peças para autoclave e atende um nicho de mercado específico como consultórios odontológicos, laboratórios e áreas que utilizam a ferramenta para esterilizar instrumentos de trabalho.

Ao disponibilizar as peças online, as chances de elevar as vendas são altas, pois esse é um produto especializado e vender pela internet é algo que proporciona um acesso maior aos acessórios, independentemente da localização.

Outro exercício que pode te ajudar a responder essa questão é fazer uma análise das vendas de suas mercadorias feitas a partir de um e-commerce.

Estude a persona do seu negócio

Você sabe o que persona? É a representação do seu cliente ideal transmitida em um personagem fictício e que pode auxiliar muito na construção das estratégias de marketing e vendas da sua empresa.

Essa construção é feita com base em entrevistas, análise de dados e outras metodologias que ajudam seu empreendimento a identificar o perfil do cliente, seus hábitos de compra, preferências, necessidades e características emocionais.

Imagine que a persona da sua empresa é uma pessoa responsável pelo setor de compras de uma indústria. Será que essa pessoa teria confiança em adquirir acessórios como uma câmara fria à um clique de distância?

Considerando que esse  equipamento é fundamental na movimentação de cargas leves ou pesadas e que os maquinários industriais são variados, é importante certificar-se que todas as informações da descrição do produto são explicativas.

Do mesmo modo, é fundamental que haja uma equipe de atendimento disponível no chat para tirar todas as dúvidas do cliente.

Para te ajudar a mapear informações importantes da persona na hora de propor um modelo de negócio no mundo virtual, separamos alguns critérios que você deve pesquisar.

São eles:

  • Ter informações concretas sobre os hábitos de compra da persona;
  • Avaliar a relação do seu público com a internet;
  • Estudar o perfil do cliente;
  • Prestar suporte adequado para seu público durante a compra.

Especialmente no caso do suporte para a compra, é muito importante que você invista em uma equipe de atendimento.

Se o cliente precisa comprar uma bomba de água e não sabe qual é a mais adequada para sua instalação, é fundamental que ele tenha acesso à informações de qualidade para não ter algum tipo de frustração.

Lembre-se que uma boa experiência de compra é importante para que o cliente tenha confiança no seu modelo de negócio. Faça outras compras e indique o serviço.

Analise a concorrência e mostre diferenciais

Estudar a concorrência é algo que vale para todos os modelos de empreendimento.
No universo dos e-commerces não é diferente.

Afinal, você precisa saber os pontos fortes da concorrência para ter insights de como mostrar seus diferenciais.

Se você tem um comércio na área de acessórios industriais como tubo de aluminio quadrado, válvulas industriais, roscas e parafusos, saiba como os seus concorrentes estão trabalhando online

Qual é a plataforma que eles utilizam? Como descrevem os produtos e atendem os clientes? Qual é o tempo estimado para a entrega física do produto?

Se você já ouviu o termo análise SWOT, saiba que vale a pena utilizar essa ferramenta para descobrir os pontos fortes da sua marca e trabalhar essa imagem na web.

Na prática, a sigla faz referência a fatores como forças, fraquezas e oportunidades do negócio.

Para se ter uma ideia, imagine que a especialidade do seu negócio é oferecer produtos como a serra copo para concreto, que é uma broca adaptada para perfuração desse tipo de material.

Se a concorrência conta com o mesmo produto, mas não informa a certificação de qualidade da produção essa é uma forma de mostrar seu diferencial.

Do mesmo modo, se ela trabalha com peças provenientes de um fabricante que não é tão conceituado no mercado e desconhecido pela ABNT, essa é uma oportunidade de mostrar que o seu produto é melhor.

Estruture as operações logísticas

Todo produto que é vendido online precisa estar armazenado em algum lugar e chegar ao comprador de algum jeito.

Por isso, antes de abrir uma loja virtual se questione se a sua empresa tem os recursos necessários para a logística de operação que faz parte desse modelo.

Coloque tudo na ponta do lápis, como:

  • Custo do frete;
  • Local de armazenamento das mercadorias;
  • Domínio da loja virtual;
  • Investimento em hospedagem segura;
  • Parceria com formas de pagamento diferenciadas;
  • Assistência técnica para o site.

Equipamentos específicos como um forno para fundição de alumínio necessitam de um local amplo para armazenamento e podem pesar no cálculo do frete.

Faça uma pesquisa do custo-benefício que envolve a contratação de terceiros para otimizar as operações logísticas da sua empresa e lembre-se que o cuidado com a mercadoria  no mundo virtual é o mesmo de uma loja física.

É importante ainda que todo custo-extra que possa existir, como o transporte dos itens, seja informado ao consumidor. Além disso, é preciso esclarecer as regiões atendidas pelo serviço de entrega da sua loja.

Os fornecedores devem ser contratados com cautela, pois eles também podem influenciar a experiência de compra do cliente e a responsabilidade desta questão é do seu negócio.

Invista em boa experiência para o usuário

O que torna a experiência de compra positiva? Não importa se você vende um transformador de tensão pela internet ou uma roupa, há muitos fatores que podem atrair e fidelizar seu cliente ou fazer com que ele abandone o carrinho de compras.

Em produtos técnicos como o primeiro exemplo, pode ser que o cliente considere o preço transformador, a qualidade do atendente que tira dúvidas, a garantia e a certificação do fabricante.

No segundo caso, o período da entrega, o tamanho exato e a qualidade das peças correspondente ao que é mostrado nas fotografias.

Além dessas questões básicas, saiba que a facilidade de compra, as formas de pagamento disponíveis e até mesmo a velocidade de carregamento do site podem construir uma boa experiência.

Desse modo, vale testar as plataformas e investir em um design responsivo. Isso porque ele é adaptável tanto para desktop quanto para mobile. Com isso, também será interessante aprimorar as funcionalidades do e-commerce em termos de usabilidade do usuário.

Analisar a melhor plataforma, bem como as formas de pagamento disponíveis também faz parte da estruturação de negócio, afinal esses fatores impactam no setor financeiro do seu empreendimento.

Por que e-commerce?

O mundo é mobile. Os hábitos de compra mudaram com a chegada da internet e hoje muita gente adora comprar produtos sem sair do conforto do sofá de casa.

O e-commerce é um investimento que ajuda na expansão da empresa, encurta distâncias e vender online é não ter a limitação de fronteiras.

Como as pesquisas e tendências apontam para um crescimento cada vez maior desse modelo de vendas, começar um negócio na internet ou ampliar suas vendas para esse território é atualizar a competitividade no mercado diante da concorrência.

No entanto, para que as chances de sucesso sejam maiores, estruturar um plano de negócio é fundamental e faz parte para que a empresa saiba os seus potenciais, limitações e consiga evoluir no mundo dos negócios.

Se você deseja fazer parte dessa grande comunidade e ampliar suas vendas para a internet,  lembre-se da lição dos tópicos anteriores.

Desse modo, realize ações como anotar o que for necessário, além de estudar e definir metas para alcançar os objetivos da sua empresa a médio, curto e longo prazo.

Ao colocar no papel os recursos disponíveis, as metas para o futuro, as demandas mais urgentes e possíveis caminhos para sanar essas necessidades fica mais fácil dar os primeiros passos no comércio virtual.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Qual a importância de emitir nota fiscal em comércio?

Fazer a emissão da nota fiscal de compra é muito importante, além de ser um documento necessário ela traz muitos benefícios, tanto para o consumidor quanto para o estabelecimento.

Apesar de ser um tema muito importante para todos, a emissão de notas fiscais geram algumas dúvidas hoje em dia para os novos empreendedores e para as pessoas que ainda não conhecem totalmente como funciona todo o processo, e não conhece a fundamental importância desse documento. Experimente a versão grátis por 30 dias.

emissão de nota fiscal

Essa dúvida de como realmente funciona o processo da nota fiscal, é normal tanto para as empresas quanto para as pessoas comuns, nesse artigo vamos mostrar mais detalhadamente as principais funções da emissão da nota fiscal, e seus benefícios.

Nunca pense somente na venda ou na compra e se esqueça da nota fiscal, isso porque é essencial para o empresário manter a sua empresa na regularidade fiscal, além da nota ser um documento obrigatório para todas as empresas.

Hoje me dia diante de toda a modernidade e mudança das leis, ainda existem empresas que deixam de emitir a nota fiscal, sem ter a noção que a nota fiscal é um documento essencial para o prosseguimento da empresa evoluir com seu crescimento, além de ser uma relação saudável entre o comerciante e o comprador.  Além disso, ela garante os direitos do consumidor e evita a evasão do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

A emissão de NF-e é essencial por muito mais fatores. Se você tem dúvidas sobre o assunto e quer entender um pouco mais sobre a sua importância, leia o artigo que preparamos.

O que é nota fiscal eletrônica e para o que serve

A emissão da nota fiscal é uma prática muito importante e obrigatória por parte das empresas para os consumidores, a nota fiscal tem o objetivo de fazer a regularização e o registro de todo o processo de compra ou transferência de qualquer tipo de produto ou bem da empresa para um cliente ou fornecedor.

A emissão de nota fiscal é indispensável para manter seu empreendimento na legalidade. Com isso, a nota fiscal é a etapa final da venda e “a certidão de nascimento da compra”.

emissão de nota fiscal

É nela que constam informações importantes como onde e quando o consumidor adquiriu o produto, além de comprovar a garantia da mercadoria, informando o seu tipo, série, modelo, marca, série e valor.

Para que isso aconteça, existem diversos tipos de notas fiscais, para que cada tipo de nota seja direcionada para uma funcionalidade, existem notas específicas para serviços feitos pelo consumidor, notas de produto, notas de exportação, de entrada e saída e também de importação.

A importância da emissão da nota fiscal eletrônica

A tributação é iniciada na nota fiscal, sendo assim a prova de que a empresa está correta com seus tributos e os pagamentos com os relativos percentuais são devidamente recolhidos pelo governo.

Também as notas fiscais são essenciais para mostrar que a empresa está sempre em dia com sua obrigações, gerando assim confiança para os fornecedores e seus clientes no negócio. A nota fiscal é um documento que é um direito do consumidor, que em caso de algum problema com o produto, como por exemplo um defeito, o consumidor pode exigir a substituição do produto, restituição da quantia paga ou abatimento proporcional do preço, mediante a nota fiscal.

Essa obrigação de emissão de notas fiscais não se aplica para os empresários que são enquadrados como MEI (Microempreendedor individual). Para quem é MEI, emitir nota fiscal é obrigatório somente em vendas e prestações de serviços para pessoas jurídicas de qualquer porte.

Benefícios da Nota fiscal Eletrônica

A falta de informação de muitas pessoas hoje em dia, fazem com que muitas não sejam adeptas da nota fiscal, a nota fiscal foi criada em 2008 pelo governo, com o principal objetivo de oferecer mais segurança ao consumidor, agilidade e controle fiscal.

emissão de nota fiscal

A inclusão dessa tecnologia em seus processos é capaz de promover diversos benefícios para você como contribuinte, comprador e para a sociedade como um todo. Para isso, listamos alguns benefícios que a emissão da NF-e pode lhe acometer.

Para o contribuinte:

  • Diminuição dos custos com impressão e materiais para impressão;
  • Diminuição de custos de envio;
  • Aumento do espaço de armazenagem de documentos;
  • Simplificação e redução de custo dos processos;
  • Otimização do tempo;
  • Aumento da segurança e sigilo de dados;
  • Incentivo de novas tecnologias (emissor de nota fiscal).

Para o comprador:

  • Extinção de preenchimento de notas fiscais na entrada de mercadorias;
  • Redução dos erros de preenchimento;
  • Criação de padrões dos contatos com as empresas;
  • Diminuição no consumo de papel;
  • Proteção da garantia de troca ou devolução do produto adquirido.

Para a sociedade:

  • Incentivo do comércio eletrônico
  • Diminuição dos impactos ambientais
  • Probabilidade de aparecimento de novos negócios relacionados à emissão de nota fiscal.

Além da nota fiscal ser um documento muito importante, vimos acima que traz inúmeros benefícios não só para as empresa que implementam essa metodologia, mas como também para os consumidores e sociedade.