CategoryMarketing

Inbound x Outbound marketing: em qual deles sua empresa deve investir?

Nos últimos anos, o marketing passou por inúmeras modificações em suas técnicas, muito por conta do avanço da tecnologia, em conjunto com a expansão da internet, impactando na maneira como as pessoas consomem conteúdo.

 

Assim, o meio digital abriu espaço para o desenvolvimento do Inbound Marketing, ou o chamado “Marketing de Atração”, que aos poucos vem superando as tradicionais práticas de propaganda e divulgação – o chamado Outbound Marketing.

 

Desse modo, de um lado temos a materialização dos anúncios nas grandes mídias, em processos de vendas que soam mais invasivos e sensacionalistas, representado pelo Outbound; de outro, nos deparamos como uma metodologia diferenciada, com a produção de conteúdo relevante e atrativa, o Inbound, que ganha espaço na internet.

 

Mas engana-se quem pensa que um substitui o outro e chegou o momento de abandonar completamente o Outbound. 

 

Ao contrário, é possível elaborar um planejamento direcionado para a sua empresa, usando tanto o marketing de atração, quanto o tradicional.

 

Afinal de contas, assim como a internet não terminou com a televisão, que por sua vez não estagnou o rádio e os jornais impressos, o Inbound também não irá superar o Outbound. As duas metodologias coexistem nas estratégias de marketing.

 

Ou seja, um planejamento completo irá investir em campanhas tradicionais e atrativas, o que é benéfico para todos os tipos de empresas. 

 

Além disso, o Outbound e Inbound são capazes de gerar leads (potenciais clientes), contribuindo para o aumento de vendas.

 

Contudo, para ter assertividade no planejamento de marketing, é preciso conhecer mais sobre o Inbound e o Outbound. 

 

Por isso, o artigo de hoje vai mostrar em qual deles a sua empresa deve investir e como implementar a estratégia. Acompanhe a leitura!

O Inbound Marketing

O Inbound Marketing se baseia em um conjunto de estratégias de criação e compartilhamento de conteúdo para um público-alvo específico, com a intenção de atrair, conquistar e ter a permissão de comunicar com o cliente de forma direta, criando relacionamentos duradouros.

 

Não é à toa que um dos principais representantes do Inbound é o marketing de conteúdo, pois o objetivo é fazer com que a audiência busque pela empresa, após consumir materiais informativos sobre um determinado assunto.

 

Quer dizer que, ao invés de uma propaganda estilo televisiva sobre uma serra de cortar granito, por exemplo, o Inbound irá criar um artigo falando mais a respeito do produto, com curiosidades, como usar o equipamento, entre outras informações que sejam relevantes ao público interessado.

 

Ademais, vale ressaltar que o Inbound Marketing é direcionado, isto é, não é feito de forma massiva, para todas as pessoas. 

 

A eficácia da metodologia está justamente em oferecer o conteúdo certo para o público certo, aumentando as chances de conversão de leads e, consequentemente, de vendas.

 

As quatro etapas do Inbound são definidas em:

 

  • Atração;
  • Conversão;
  • Venda;
  • Encantamento.

 

De acordo com pesquisas na área de marketing digital, 75% das empresas que aplicam o Inbound acreditam que suas estratégias são eficazes, ao mesmo tempo em que 59% dos profissionais de marketing afirmam que a metodologia produz leads de melhor qualidade.

 

Abaixo, confira como o Inbound Marketing é aplicado dentro das quatro etapas.

1 – Atração

O objetivo da atração é oferecer um conteúdo relevante para que o público se sinta atraído até a empresa. 

 

Isso pode ser feito de várias maneiras, como a publicação de artigos em um blog, a criação de um vídeo tutorial sobre como fazer uma mão francesa reforçada, por exemplo, entre outros materiais.

 

Aqui, o objetivo não é a venda direta do produto ou serviço. Aliás, o conteúdo não tem a intenção de mostrar as qualidades de uma mercadoria, mas sim, fornecer informações aos usuários e, somente após de atraí-los, mostrar algo que possa atender as necessidades.

 

Uma técnica muito usada na atração é o SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, que são técnicas para melhorar a classificação de uma página nos buscadores, como o Google.

 

Basicamente, o SEO utiliza uma série de palavras-chave, que são os termos mais pesquisados no Google, dentro de um texto, com a produção de conteúdo relevante. 

 

Por exemplo, o palavra-chave “retífica plana” pode ser colocada em um artigo que fale mais sobre o que é o acessório.

 

Cerca de 93% dos processos de compra iniciam-se por uma busca online. Por conta disso, vale a pena estar presente entre os primeiros resultados do Google e de outros sites de pesquisa.

2 – Conversão

Na conversão, o usuário já conhece o seu negócio, mas ainda precisa se tornar um lead, isto é, fornecer algum contato para a empresa para receber em troca um conteúdo ainda mais aprofundado sobre o tema.

 

Ao se tornar um lead, o usuário passa pelo processo de nutrição, que o encaminham para novas etapas mais próximas da compra.

 

Para converter o usuário, a empresa pode produzir um e-book sobre como fazer uma limpeza fachada, por exemplo, e oferecer o conteúdo em troca do e-mail do internauta. 

 

Há outras formas, como cadastro em newsletter, landing pages e formulários de contato.

3 – Venda

Aqui é o momento de falar especificamente sobre o seu produto ou serviço, mas não com propagandas invasivas. 

 

Ou seja, a empresa continua oferecendo conteúdo relevante, mas com o foco de mostrar uma solução para o problema do lead, que é a compra da mercadoria.

 

Assim, é possível falar sobre os benefícios de ter uma lixadeira de parede e o porquê o equipamento da sua marca se diferencia da concorrência.

4 – Encantamento

Após a compra, o Inbound Marketing não finda o relacionamento com o cliente, pois a estratégia acredita que a fidelização é um meio para alcançar novos consumidores. 

 

Por isso, há um esforço para a manutenção de um relacionamento saudável, que pode ser feito através de campanhas de e-mail marketing.

O Outbound Marketing

O Outbound Marketing já é muito conhecido pelas ações de publicidade e propaganda, sendo aquele que faz grandes anúncios nas mídias tradicionais, como a televisão, o rádio e os impressos.

 

Na prática, podemos visualizar o Outbound quando estamos assistindo um filme e somos interrompidos por um comercial de lavadora de alta pressão industrial, por exemplo.

 

Contudo, com a mudança de comportamento dos consumidores, a audiência não se mostra tão receptiva às mesmas técnicas de antes e, por conta disso, o Outbound teve que se reinventar.

 

Assim, uma das maneiras encontradas foi a criação de uma persona, quer dizer, um personagem semi-fictício do cliente ideal, com base nas características do público-alvo. 

 

Desse modo, as propagandas tornaram-se segmentadas e direcionadas.

 

Na internet, o Outbound encontrou espaço para aplicar esse encaminhamento de audiência, ao lado das ferramentas de anúncios patrocinados, como o Facebooks Ads e o Google Adwords (que também promovem conteúdos).

 

Ou seja, uma propaganda sobre ar condicionado industrial, por exemplo, agora é exibida para pessoas potencialmente interessadas no produto, sendo mais fácil a captação de leads e contribuindo para as vendas.

 

Porém, os antigos comerciais ainda permanecem em voga, já que o consumo de mídias tradicionais continua forte nos dias atuais. Diante disso, o Outbound continua bem sucedido na prospecção de clientes, nos diferentes meios de comunicação.

 

Além disso, a estratégia tem outras vantagens, como um ROI (Retorno Sobre Investimento) mais rápido e perceptível, os resultados a curto prazo e o contato mais próximo com os clientes no momento de venda.

 

Portanto, a metodologia Outbound pode ser facilmente aplicada para a promoção de uma balança de precisão, bem como pode ser usada em conjunto com a estratégia de Inbound. Com isso, a empresa tende a prospectar o cliente, ao mesmo tempo em que nutre o lead e gera um relacionamento de confiança.

Conclusão

Apesar de diferentes, o Inbound e o Outbound Marketing são complementares em vários aspectos, principalmente quando se deseja um planejamento completo e efetivo para a sua empresa. 

 

Por conta disso, muitos negócios costumam separar orçamentos para as duas metodologias, incorporando a divulgação nos meios digitais e offline.

 

Entretanto, o que vai guiar a mescla dos dois modelos é o perfil do cliente, ou seja, a persona, que influencia o modo como se vende o produto ou serviço. 

 

Afinal de contas, é preciso orientar as divulgações para um perfil específico, o que é válido para o Inbound e o Outbound Marketing.

 

Além disso, é preciso considerar os objetivos da empresa, uma vez que para resultados a curto prazo, o Outbound é o mais indicado, enquanto que para a construção de relacionamentos, o Inbound é a melhor alternativa.

 

Por fim, é preciso considerar a disponibilidade financeira da empresa, já que, dependendo da campanha, os gastos são maiores com o Outbound, embora o retorno seja altamente rentável e positivo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conheça as melhores estratégias de Marketing de Conteúdo para seu negócio

O Marketing de Conteúdo é uma das principais estratégias dentro do marketing digital, que visa atrair as pessoas por meio de conteúdo relevante.

Por ser focado, também, em engajar o público-alvo, consegue fazer com que a quantidade de clientes de uma marca cresça. 

Mas isso só é possível por meio de criação, promoção e publicação de materiais de valor para eles.

Para trabalhar com essa estratégia, é fundamental conhecer suas principais técnicas. Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é marketing de conteúdo e dar algumas dicas.

O que é marketing de conteúdo?

De forma resumida, o marketing de conteúdo, ou content marketing, é uma maneira que as empresas têm de engajar seu público-alvo e aumentar a sua quantidade de clientes e pessoas que podem se tornar seus clientes.

Isso é feito por meio de estratégias que ajudam a criar conteúdo valioso. 

Também conhecido como marketing de atração, essa tática atrai, envolve e entrega valor para os consumidores.

Isso faz com que eles tenham uma boa percepção da marca, conquistando sua confiança e aumentando o número de vendas. Esses conteúdos são veiculados por meio de canais, como:

  • Blog;
  • Site;
  • Redes Sociais;
  • E-mail marketing.

Principais estratégias de marketing de conteúdo

Dentre as principais estratégias de marketing de conteúdo, podemos citar:

SEO

O SEO é uma estratégia focada em melhorar o posicionamento de uma página nos resultados de busca. Para isso, ele usa algumas ferramentas, como as palavras-chave.

Por exemplo, se uma pessoa quer produzir um conteúdo sobre exames de imagem que uma clínica realiza, ela pode usar a palavra-chave colposcopia e vulvoscopia para escrever o conteúdo.

Isso porque ela fez uma pesquisa e descobriu que essas duas palavras juntas são muito procuradas por pessoas que podem se interessar pelos seus serviços.

Redes Sociais

As redes sociais são fundamentais para quem trabalha com marketing de conteúdo. 

Isso porque elas promovem o material, aumentam o engajamento do público e permitem que as empresas definam melhor sua persona.

Para usá-las do jeito certo, uma clínica de harmonização mandibular precisa estimular o diálogo, o que permite entender o que o seu público precisa.

Dicas de marketing de conteúdo

É claro que o marketing de conteúdo possui outras estratégias, mas estando por dentro dessas duas, é possível colocá-lo em prática, por meio de algumas dicas como:

1 – Conteúdos diferentes

É importante criar conteúdos diferentes para cada estágio do funil de vendas, afinal, em cada estágio, o prospect tem dúvidas e necessidades diferentes.

Para clientes topo de funil, por exemplo, é importante criar materiais que o informem mais sobre o problema que ele tem, como pode ser solucionado e quais soluções a empresa tem para ele.

Por exemplo, algumas pessoas não sabem o que é rider técnico banda, mas por meio de conteúdo topo de funil, é possível que elas entendam sobre o assunto e descubram se precisam ou não deste equipamento.

2 – E-book

Uma boa dica é juntar postagens antigas do blog da empresa e fazer um e-book. Isso porque, apesar de serem publicações antigas, elas ainda são válidas, e juntas, podem se transformar em um material de valor.

Um e-book traz diversas informações valiosas para os consumidores, correspondendo perfeitamente na principal proposta do marketing de conteúdo.

3 – E-mail marketing

O e-mail ainda é um excelente canal de comunicação com o cliente. Aliás, por meio dele, uma farmácia de remédio manipulado para ansiedade consegue estabelecer uma comunicação mais íntima e pessoal, se há interferência comum de outros canais.

Por exemplo, nas redes sociais, o usuário pode facilmente dispersar sua atenção por conta de outras propagandas, publicações, etc.

No e-mail isso não acontece, a atenção do consumidor é totalmente voltada para o conteúdo que você enviou.

Uma dica é enviar newsletter periodicamente, pois com isso, a marca se comunica com seu cliente e ainda o deixa informado sobre assuntos de interesse.

Conclusão

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia orgânica e inteligente que, a longo prazo, traz resultados permanentes para a organização.

Os consumidores estão mais exigentes e prezam pela informação antes de comprar qualquer coisa. 

Por isso, empresas que ofereçam conteúdos de valor estão entre as preferidas, e são as mais respeitadas.

Além disso, essa estratégia faz com que a empresa ganhe notoriedade e autoridade no que faz, o que conquista a confiança do público. Então, para ser referência no que faz, o melhor caminho é o marketing de conteúdo.   

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

   

Saiba a importância do SEO para seu site

Você já possui um site, mas quer que ele obtenha maior visibilidade na web e atinja um público cada vez maior? Então o SEO é para você. 

 

As técnicas de otimização para mecanismos de busca, o famoso SEO (Search Engine Optimization), são capazes de fazer com que a sua página seja melhor ranqueada, podendo assim, ser encontrada facilmente pelo público-alvo do seu negócio. 

 

É inegável que os usuários utilizam os recursos disponíveis na internet para fazer pesquisas sobre qualquer tema, bem como para adquirir artigos ou encontrar prestadores de serviços, como de consultas veterinárias.

 

Em paralelo, os proprietários de uma empresa reconhecem que o mundo virtual é cada vez mais importante para uma marca e, por isso, investem na presença online do seu negócio.

 

Não à toa, o número de concorrentes que uma empresa pode ter na internet é imensurável. 

 

Sendo assim, a disputa pelos primeiros lugares nos principais buscadores virtuais precisa ser vencida, para que o negócio alcance uma visibilidade vantajosa. 

 

O SEO, com o seu conjunto de estratégias, é capaz de ajudar um site a conquistar um bom posicionamento e, com isso, conquistar novos clientes e garantir que mais pessoas conheçam a sua página virtual.

 

Quer saber mais sobre as técnicas de SEO e como utilizá-las no seu site? Então siga na leitura deste artigo e comece a aplicá-las o quanto antes.

O que é o SEO e quais são as suas técnicas principais?

As técnicas de otimização para mecanismos de busca devem fazer parte da estratégia de marketing digital de um negócio, sendo capazes de ranquear uma página entre as primeiras posições dos resultados de uma pesquisa no Google.

 

Dado o número de sites na internet, os motores de busca se veem na obrigação de posicionar essas páginas de acordo com a importância e valor oferecido aos visitantes, ou seja, elas priorizam aquelas que se adequam aos parâmetros avaliativos. 

 

Por isso, quando o cliente realiza uma busca de tratamento de estrias a laser, os sites exibidos são aqueles que possuem uma estrutura interna bem organizada, que ofereçam um material atrativo e demonstrem levar o conteúdo que o usuário está procurando. 

 

Sendo assim, é necessário que um site apresente algumas características importantes, que são essenciais para o seu ranqueamento no Google, tais como:

 

  • O uso de palavras-chave;
  • A escolha de títulos atrativos;
  • O carregamento rápido;
  • O formato responsivo da página;
  • A produção de conteúdos de qualidade;
  • Entre outros.

 

O uso de palavras-chave ligadas a um segmento, é fundamental para que os potenciais clientes do seu negócio encontrem aquilo que eles procuram, dentro da página da sua empresa. 

 

Se uma paciente quer encontrar um laboratório de exames de diagnóstico próximo da residência, ela vai utilizar os termos “ultrassom ginecológico” na pesquisa e, se o seu site for otimizado com as técnicas de SEO, ele certamente será exibido nas primeiras posições. 

 

Do mesmo modo, é fundamental escolher títulos atrativos, que tornam os artigos postados na sua página mais interessantes para os usuários. 

 

Também é importante que o site tenha um carregamento rápido e um formato responsivo, para que as pessoas que querem acessar a sua página por um aparelho móvel, possam visualizar o conteúdo enquadrado na tela do celular ou tablet. 

 

Além disso, é essencial que você produza conteúdos de qualidade para o seu público, como um modo eficiente de trazer leitores para o site. 

 

Essas são algumas das principais técnicas de SEO, que ajudam no bom posicionamento de uma página dentro dos resultados de pesquisa. 

Como aplicar o SEO no seu site

Para que o site de um consultório de fisioterapia para animais, assim como para empresas do mais variados segmentos, comece a ter resultados na internet, é preciso fazer os ajustes necessários para que o SEO ofereça os seus benefícios.

 

Por isso, você deve se empenhar em produzir bons conteúdos para o site, utilizar palavras-chave do seu segmento de atuação, apostar em fotos com boa qualidade, optar por títulos atrativos, e manter a página atualizada. 

 

Você mesmo pode fazer isso, ou contar com a ajuda de profissionais do segmento de marketing digital para otimizar a sua plataforma, e garantir que os principais requisitos sejam seguidos, alcançando assim, os resultados esperados.

 

Ao garantir que o SEO seja aplicado corretamente na página, a sua empresa pode colher uma série de vantagens na internet. 

 

Entre elas, está o bom ranqueamento, que vai trazer cada vez mais clientes, devido ao aumento do tráfego.

 

É válido ressaltar que as páginas bem posicionadas no Google também passam mais confiança nos usuários, justamente por serem bem avaliadas pelo buscador. 

 

Sendo assim, se você ainda não utiliza as principais técnicas de SEO no seu site, é preciso começar o quanto antes, garantindo melhores resultados na busca orgânica e atraindo um maior número de clientes para a sua página na internet.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como o marketing digital pode alavancar suas vendas

Se você é empresário e reconhece a importância de ter a sua empresa trabalhando de modo virtual, certamente sabe que o marketing digital é indispensável para ganhar mais visibilidade na internet. 

 

A grande maioria dos clientes de uma empresa hoje estão no mundo virtual, realizando uma série de atividades, seja para entrar em contato com amigos e parentes, para fazer compras ou para ler notícias.

 

Tudo isso ainda é facilitado pelo uso do smartphone, que contribui para que o acesso possa ser feito em qualquer lugar e a qualquer momento. 

 

Se durante um trajeto para o trabalho, um potencial cliente visualiza uma clínica veterinária para cachorro, ela pode pegar o celular do bolso e consultar mais informações sobre o estabelecimento de maneira simples e rápida. 

 

Isso pode ser feito para qualquer segmento do mercado, ajudando a aumentar o fluxo de vendas e de consumidores, o que quer dizer que as empresas que garantem uma atuação virtual já estão na frente das suas concorrentes.

 

Esse cenário pode ser ainda melhor quando o negócio investe nas estratégias disponíveis no marketing digital, que garantem maior visibilidade e, consequentemente, um aumento positivo dos resultados. 

 

Quer saber como utilizar o marketing digital para alavancar as suas vendas? Então siga na leitura deste artigo e aplique o quanto antes as ferramentas que podem ajudar o seu estabelecimento a atingir o sucesso desejado. 

O que é o marketing digital e quais são as suas vantagens?

O uso do marketing sempre foi importante para empresas de diversos segmentos, seja para um escritório de contabilidade ou para um negócio de investigação confirmatória

 

Mas com o avanço da tecnologia, a presença de diversas marcas na internet se faz cada vez mais necessária, para que elas possam ganhar mais competitividade e aproveitar as oportunidades que o mercado online oferece. 

 

Por isso, o marketing digital surgiu como uma estratégia para promover e divulgar empresas na internet, de modo que usuários possam ter conhecimento do negócio e queiram adquirir os produtos ou serviços oferecidos por esses comércios. 

 

De qualquer forma, o marketing digital pode trazer uma série de vantagens para as empresas, sendo algumas delas:

 

  • O aumento da visibilidade da marca;
  • O contato mais próximo com o público;
  • A realização de campanhas direcionadas para potenciais clientes;
  • A divulgação de produtos e serviços em diferentes plataformas;
  • Entre outros pontos.

 

Esses benefícios podem fazer com que o marketing digital seja essencial para a grande maioria das empresas, fazendo com que um estabelecimento especializado em laudo de AVCB alcance mais pessoas na internet e consiga aumentar o número de negócios. 

 

Para colocá-lo em prática, é fundamental conhecer as principais técnicas e soluções que promovem a empresa na internet e possibilitam que as pessoas sejam impactadas no mundo virtual. 

Estratégias de marketing digital para empresas

O marketing digital é bastante completo. Ele traz várias estratégias e técnicas que podem render resultados surpreendentes para diferentes segmentos, e possibilita que a publicidade de um estabelecimento seja direcionada adequadamente para o público-alvo do negócio.

 

É preciso escolher quais delas serão implementadas pela empresa, de acordo com o planejamento de marketing do local, levando em consideração as que fizerem mais sentido para a divulgação da marca na internet. 

 

Assim, é possível atingir os objetivos estipulados, garantindo que o estabelecimento consiga alavancar as vendas no mundo digital. 

As técnicas de SEO no marketing digital

Certamente você já ouviu falar nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization), que otimizam uma página para que ela alcance um bom ranqueamento na internet. 

 

Essas ferramentas devem ser aplicadas em um site ou blog que trabalhe com consultor ambiental, por exemplo, para que ele seja visto nas primeiras posições do resultado de uma pesquisa nos principais buscadores. 

 

Entre as principais técnicas estão:

 

  • O carregamento rápido da página;
  • O formato responsivo do site;
  • O uso de palavras-chave;
  • A escolha de títulos atrativos;
  • Entre outros pontos.

 

Essas características são essenciais para que um site na internet ganhe destaque e atinja um bom ranqueamento. 

 

Os robôs do Google analisam a estrutura da página, que deve seguir os parâmetros mencionados para que seja qualificada positivamente. 

 

Isso inclui um carregamento rápido e formato responsivo do site, principalmente para que o usuário tenha uma boa experiência ao acessar uma página pelo seu smartphone. 

 

Do mesmo modo, o uso de palavras-chave como “diferencial 10 furos” ajuda o interessado a encontrar em diferentes sites exatamente aquilo que ele procura, já que a pesquisa vai apresentar os links que destacam o termo dentro dos conteúdos da página. 

 

Com isso, a loja consegue ser vista por mais pessoas e impactar diretamente no seu número de vendas, trazendo um faturamento maior para o negócio.

 

Os títulos atrativos também ajudam no ranqueamento e, por isso, devem ser elaborados pensando em como os usuários poderão realizar pesquisas, oferecendo respostas para as eventuais dúvidas que eles tenham sobre vários assuntos. 

 

Dessa forma, utilizar as técnicas de SEO é fundamental para quem quer aumentar a visibilidade da página na internet. 

O marketing de conteúdo no marketing digital

O marketing de conteúdo é outra estratégia importante para promover a visibilidade de uma empresa na internet. 

 

Por meio da elaboração de conteúdos de qualidade, é possível fazer com que as pessoas encontrem uma página no mundo virtual de modo mais direto. 

 

Além disso, é fundamental que um site produza artigos informativos para que os seus leitores estejam sempre adquirindo novos conhecimentos, alimentando-os de maneira constante. 

 

Isso ajuda tanto no fortalecimento da marca, já que os clientes conseguem reconhecer o domínio e a autoridade de uma empresa dentro do seu nicho, como também mostra a preocupação dela com o seu público, investindo no aprendizado dos clientes.

 

Se um blog especializado em alimentação natural para cães idosos escreve sobre os benefícios dessa escolha, certamente a informação agregará mais conhecimento, chamando a atenção do público e aumentando o número de vendas da empresa.

 

O marketing de conteúdo, nesse sentido, também é avaliado pelos parâmetros do Google no momento do ranqueamento de uma página.

 

Afinal, ele leva em consideração que os leitores passam um bom tempo navegando naquele site, o que mostra que o conteúdo traz informações valiosas e relevantes para os visitantes do site. 

 

Por isso, o marketing de conteúdo também está entre as estratégias mais eficientes do marketing digital.

O e-mail marketing no marketing digital

Diariamente, milhares de pessoas recebem em sua caixa de entrada alguns e-mails marketing, de diferentes empresas, com diferentes propostas. 

 

Esse tipo de estratégia é cada vez mais trabalhado no marketing digital por uma série de motivos. Entre os principais estão um contato mais direto com o público da empresa, a divulgação de promoções de uma loja e o envio de materiais informativos para os leitores.

 

O e-mail marketing é uma ótima ferramenta para que uma marca possa se comunicar com os seus clientes, ajudando no negócio e nos serviços que são prestados. 

 

Uma clínica veterinária que tenha incluído entre os seus procedimentos a consulta com um ortopedista de cachorro, por exemplo, pode utilizar o e-mail marketing para anunciar a novidade aos clientes. 

 

Com isso, ela vai atrair os proprietários de animais para o agendamento de consultas na clínica, trazendo aumento no faturamento e maior comodidade para os clientes. 

 

Por isso, o e-mail marketing também é uma ferramenta indispensável do marketing digital, que deve ser utilizada por negócios de vários segmentos. 

As redes sociais no marketing digital

Que as redes sociais se tornaram plataformas fundamentais para a atuação de vários estabelecimentos, disso ninguém duvida. 

 

Um salão para debutante que queira ampliar a visibilidade de negócio na internet e fazer com que mais pessoas conheçam os seus serviços deve garantir a sua presença nas redes, alcançando o seu público de modo mais fácil e dinâmico. 

 

Isso porque cada ação realizada nessas plataformas tem o potencial de atingir um grande número de usuários. As postagens, os compartilhamentos, os comentários e o chat privado são ferramentas importantes de atuação nas redes.

 

Além disso, nos perfis de diferentes empresas, é possível contar com o feedback de clientes que já compraram produtos ou adquiriram serviços de um estabelecimento, influenciando positivamente na reputação do negócio. 

 

Outro ponto importante das redes sociais é a interação mais próxima com o público-alvo de uma marca, ajudando a empresa a responder dúvidas e conversar com os seus clientes de forma objetiva. 

 

Os anúncios também são elementos válidos para a estratégia de marketing digital nas redes. Com um investimento personalizado, é possível configurar a divulgação da sua empresa para que ela seja vista por pessoas com perfil semelhante ao dos seus clientes.

 

Essa ação é bastante vantajosa e, muitas vezes, é a responsável por traz um grande número de novos negócios para o estabelecimento. 

 

Sendo assim, é possível perceber que as ferramentas do marketing digital abordadas neste artigo são essenciais para que uma empresa consiga alavancar as suas vendas e atingir bons resultados para o negócio. 

 

Por isso, escolha as que fizerem mais sentido para o seu estabelecimento e invista na aplicação delas o quanto antes para colher os benefícios da divulgação da sua marca. 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Aton Tecnologia, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Saiba como trabalhar com e-mail marketing em sua empresa

O e-mail marketing é uma estratégia de marketing digital que tem como finalidade disparar e-mails para o público-alvo de uma empresa.

Os contatos podem ser provenientes de uma base de cliente e potenciais clientes, gerada por meio de outras estratégias.

Durante um tempo, essa estratégia foi considerada um meio de comunicação invasivo com os consumidores, caracterizando-se até como spam.

Com o passar do tempo e graças à automação do marketing, o e-mail se tornou uma das melhores maneiras de se comunicar, entregando as mensagens certas, para as pessoas certas e no momento mais oportuno.

Por isso, tornou-se uma excelente ferramenta de marketing digital e Inbound Marketing, especialmente pelo fato de ser extremamente democrático.

Além disso, é quase impossível encontrar um consumidor que não tenha e-mail, o que torna essa estratégia uma das melhores maneiras de se comunicar.

Sendo assim, ao contrário do que algumas pessoas pensam, o e-mail não morreu, pelo contrário, tornou-se uma das melhores ferramentas para fazer o negócio crescer. 

Porém, é necessário lembrar que não basta simplesmente enviar o e-mail, é importante saber como fazer isso.

Por isso, neste artigo vamos falar sobre o e-mail marketing e dar dicas de como essa estratégia pode ser usada.

O que é e-mail marketing?

E-mail marketing é uma estratégia de marketing digital que tem como objetivo estabelecer algum tipo de comunicação entre uma empresa e seu cliente ou potencial cliente, por meio do e-mail.

O disparo desses e-mails é feito tendo com uma base de contatos segmentados, juntamente com ferramentas de automação. 

Essas ferramentas personalizam as mensagens enviadas, aproximando a marca e seu cliente.

O e-mail marketing pode ser usado para enviar mensagens com diversas intenções, e dentre as mais comuns estão:

  • Ofertas de produtos e serviços;
  • Promoções;
  • Confirmação de compra on-line;
  • Newsletter.

Antigamente, esse e-mail ficou conhecido como uma versão digital da mala direta, estabelecendo-se como uma comunicação em massa. Por isso, estavam longe de serem relevantes para quem recebia.

Por isso, durante muito tempo, empresas que pensavam no bem-estar de seus clientes, como um restaurante para casamento, evitavam essa comunicação invasiva.

No entanto, o e-mail marketing evoluiu muito e é visto pelos profissionais de marketing como uma das maneiras mais eficientes e pessoais de se comunicar com os clientes, trocando mensagens diretamente.

Por que usar e-mail marketing é importante?

A popularização da internet trouxe novas maneiras de usá-la, como no caso das redes sociais, também para as empresas.

Para aquelas instituições que coletam contatos, o e-mail marketing se tornou a principal maneira de levar relevância para leads e clientes, além de outras razões, como:

1 – Grande alcance

Quase metade da população mundial possui pelo menos uma conta de e-mail. É por meio dessa conta que os usuários conseguem ter acesso a outros canais da internet, como as redes sociais, por exemplo.

Por causa disso, uma empresa de salgados assados para festa tem em mãos um canal seguro para se comunicar diretamente com seus clientes.

2 – Alcance previsível

As redes sociais, sem dúvidas, tornaram-se o braço direito das marcas em suas estratégias de marketing digital. Mas quando alguma coisa é publicada nesses canais, nem todos os seguidores verão aquela publicação.

Isso acontece por conta dos algoritmos que determinam qual publicação é mais relevante para determinado usuário. Dessa maneira, postar nas redes sociais não tem um alcance tão previsível quanto o e-mail.

Por exemplo, se uma empresa enviar 100 e-mails para 100 contatos diferentes, todos os 100 receberão a mensagem, a menos que um dos e-mails de destino esteja incorreto ou com algum problema.

3 – Formato flexível

Quando a empresa vai bolar o e-mail que será enviado para o seu cliente, ela tem em mãos uma tela em branco que pode ser preenchida da maneira que ela achar melhor.

É possível preenchê-la com textos, links, gifs, templates e elementos gráficos. Os links de sites de empresas ajudam a aumentar o tráfego, colaborando até mesmo para as estratégias em SEO.

Mesmo assim, é necessário que as empresas prezem pelo bom senso e boas práticas ao usar o e-mail, para não transformá-lo em algo negativo.

4 – Bom retorno financeiro

Usar o e-mail marketing não exige de uma empresa de aluguel de globo espelhado um alto investimento, muito pelo contrário. 

Para isso é necessário possuir um domínio, uma ferramenta de e-mail marketing e alguém para executar a estratégia.

É importante escolher bem qual ferramenta será usada, pois diversas opções podem ser encontradas no mercado. Cada uma atende a uma necessidade, sendo que muitas são gratuitas.

Mesmo que a empresa escolha uma ferramenta paga, o investimento não será alto. Dessa forma, o uso de e-mail marketing é uma das estratégias em marketing digital com melhor retorno financeiro.

Além disso, quando o cliente permite que a empresa envie e-mails para ele, terá acesso a uma conversa particular e sem interferências, como acontece nas redes sociais, por exemplo.

Com a comunicação de maneira pessoal e próxima do cliente, é possível obter resultados incríveis, ajudando a atingir muitas outras metas, como:

  • Atrair mais leads;
  • Promover conteúdos;
  • Nutrir e educar leads;
  • Vender;
  • Melhorar o relacionamento com os consumidores.

Uma fabricante de barraca sanfonada pode usar o e-mail marketing de diversas maneiras, como veremos a seguir.

Como uma empresa pode usar o e-mail marketing?

Para que as estratégias em marketing digital deem certo, é possível usar o e-mail marketing. Mas qual a melhor maneira de dar início nessa estratégia? 

Atualizações de Blog

É muito comum que as empresas enviem e-mails para seus clientes para comunicar que o conteúdo de um blog foi atualizado.

Trata-se de uma excelente maneira de começar a interagir com os leitores quando eles se cadastraram recentemente na lista de e-mails. 

Portanto, falar sobre atualizações de blog é uma boa opção para os primeiros e-mails que uma pessoa vai receber.

Além disso, essa opção ajuda a manter a lista de contatos ativa, sempre em contato com novos conteúdos de outros canais, como no caso do blog, aumentando as chances de gerar mais leads.

Envio de newsletter

Muitas empresas, como estúdios de book infantil, usam o e-mail marketing para mandar newsletter. Trata-se de uma velha tática de e-commerces e blogs.

A newsletter é uma maneira de se comunicar com o cliente ou potencial cliente, informando a ele sobre as últimas atualizações, mensais ou semanais, além de notícias do mercado em geral.

Para que ela realmente seja lida, é necessário investir tempo, escrevendo sobre conteúdos relevantes para os leitores. Também é importante incluir links para levar o usuário às páginas externas, como o site.

Convites para eventos

Uma empresa de casting para eventos pode usar o e-mail marketing para convidar seus clientes para um evento. 

É importante deixar claro nesse e-mail por que a confraternização está sendo organizada e qual a importância da presença do convidado.

Também é necessário incluir nesse e-mail todas as informações importantes como local, data, hora, etc.

Nutrição de leads

Outro uso bastante comum do e-mail marketing é para a nutrição de leads. Por exemplo, uma empresa de locação de fliperamas pode enviar e-mails com conteúdo relevante e segmentado.

Esses e-mails ajudam o lead a caminhar pelo funil de vendas até que ele finalmente conclua a compra. 

Ao identificar que determinado grupo e contatos tem interesse em um assunto, é necessário trabalhar em cima desses assuntos para uma aproximação ainda maior.

Como captar leads por meio do e-mail marketing?

O uso do e-mail marketing também pode ajudar a transformar um simples visitante em um lead qualificado. Para isso, é importante trabalhar o e-mail do jeito certo, por exemplo:

Manter o texto curto

As pessoas não têm tempo para ler textos longos, por isso, o e-mail precisa ser claro e objetivo. 

Também é importante realizar uma revisão antes de enviar, para corrigir erros que prejudiquem a mensagem.

Usar linguagem adequada

Quando o responsável pela produção de e-mail marketing de uma empresa de aluguel de tendas para casamento está escrevendo os e-mails, considera quem está do outro lado, ou seja, quem vai ler

Definindo a persona fica mais fácil escrever aquele conteúdo que realmente é do interesse dela, conquistando mais um lead qualificado.

Estabelecer um tom de conversa

A intenção do e-mail é criar uma aproximação com a lista de contatos, por isso, é necessário estabelecer um tom de proximidade, criando um diálogo amistoso e agradável.

O e-mail marketing tende a crescer cada vez mais, pois os clientes prezam por uma boa comunicação e uma aproximação amigável e personalizada por parte das empresas.

Sabendo usá-lo, é possível atrair mais leads e mais clientes, aumentando as vendas e fazendo o negócio crescer.  

Como registrar um domínio na Internet

Aprender como registrar um domínio na internet é importante para quem vai começar um negócio na internet, pois ele é o principal responsável por criar a marca de uma empresa na internet.

Além disso, é uma das etapas importantes no desenvolvimento de blogs, lojas virtuais e sites. Ele também acaba sendo fundamental para as ações de marketing digital.

No entanto, o registro de um domínio pode ser um problema para as pessoas que estão iniciando agora o seu negócio. Por isso, observe aqui é um domínio e como registra-lo na internet.

Se você está buscando se profissionalizar na área, sugerimos a Danki Code para começar seus estudos de desenvolvimento de software.

O que é um domínio?

Basicamente o domínio é o seu endereço na internet ele é que identifica o seu negócio ou o seu próprio nome. Além de ser utilizado também nos seus e-mails.

Um domínio é formado por um nome e uma extensão, por exemplo:

Além dessa extensão existem diversas opções que pode ser escolhidas, por exemplo, .com, .net, .org e entre outras. Observe como registrar um domínio na internet.

Como registrar um domínio

Para registrar um domínio na internet você precisa se cadastrar em uma plataforma de registros como a Registro.Br, que é uma empresa registrado de domínios brasileiros. Logo após basta seguir o passo a passo:

Confira se o domínio está disponível para registro

Para observar se o domino está disponível para registro você precisa acessar o Registro.Br e fazer uma pesquisa na página inicial digitando o nome do domínio escolhido.

Se ele estiver disponível basta seguir o passo a passo para fazer o registro.

Faça o cadastro pessoal

Após encontrar o domínio disponível para registro, você precisa fazer o cadastro pessoal. Acesse criar conta e coloque os dados.

Faça o registro do domínio

Após realizar o cadastro com os seus dados você pode fazer o registro do domínio. Para fazer o registro é simples, basta informar o seu CNPJ ou CPF e outros dados como endereço e telefone.

Após o registro a própria plataforma oferece um serviço de DNS e você precisa selecionar está opção no seu cadastro. Feito isso basta realizar o pagamento.

Pagamento anual

Na registro.Br o preço do domínio é R$40 reais e no momento do pagamento você pode escolher o período de renovação. Por exemplo, você pode contratar o domínio e renova-lo com um ano, dois ou três anos.

Após escolher um período a partir de dois anos você ganha um desconto na contratação.

Porque registrar um domínio na internet?

Um domínio registrado traz diversas vantagens para um negócio algumas são:

Credibilidade

Por ser o nome do seu negócio na internet ele acaba trazendo profissionalismo, mostrando para os seus clientes que a sua empresa é séria.

Divulgação

O domínio ajuda na divulgação da sua empresa tanto das estratégias de marketing digital quanto no boca a boca.

Alcance nas redes de pesquisa

Os mecanismos de busca como Google e Bing preferem os negócios que possuem o seu próprio domínio. Isso quer dizer que eles vão posicionar tanto o seu site e também todas as páginas dele.

O resultado disso é um grande número de visitas de clientes em potencial, aumentando as chances de vendas.

Conclusão

Registrar um domínio na internet é simples desde que você já tenha definido como será o nome que será utilizado. Além do registro você também deve contratar uma hospedagem de sites para colocar o seu projeto no ar.

A hospedagem irá ajuda-lo a criar o site, armazenar o conteúdo e a deixa-lo no ar para receber visitas.

Como otimizar o seu site através de técnicas de SEO

A internet se tornou o principal meio de busca por produto e serviços no mundo todo. Empresas que não possuem sites na internet perdem espaço e caem no esquecimento do consumidor moderno. Mas não basta ter um site ou blog, é importante conhecer as técnicas de SEO

Pelo fato de estar na internet ser fundamental para a sobrevivência das empresas, todas marcam presença por meio de sites, blogs, perfis em redes sociais, etc., mas é preciso se destacar.

Quando o consumidor busca um produto ou serviço na internet, ele encontra, por meio dos mecanismos de buscas, infinitas páginas de empresas que oferecem o produto buscado, dessa forma, ele visita aquelas que aparecem primeiro. 

Essas páginas produzem conteúdos que são considerados relevantes pelo buscador e estão no topo do ranking.

Outras páginas acabam recebendo menos visitas e, consequentemente, vendem menos. Portanto, conhecer as técnicas de SEO para promover um site é importante para que a empresa cresça e se destaque no mercado. 

Mas você saber como isso funciona? Neste artigo vamos falar sobre algumas técnicas de SEO e como elas se tornam eficientes na hora de vender um produto ou serviço, além de ajudarem no destaque de uma empresa. Confira!

O que é SEO?

Com certeza você conhece diversos sites de busca na internet, certo? Toda vez que uma página é criada, esses buscadores a tornam visíveis para quem decide procurar por determinado assunto. 

No entanto, todos os dias, milhares de páginas são criadas – com isso a concorrência aumenta o tempo todo.

SEO é uma sigla que, em inglês, significa “Search Engine Optimization”, ou “Otimização para motores de busca” em português. 

São técnicas que influenciam no ranking de páginas exibidas pelos buscadores. O foco mais conhecido é elevar a visibilidade de uma página, o que significa colocá-la entre as primeiras da lista que aparece quando fazemos uma busca na internet.

Os sites de busca levam em consideração a relevância de cada conteúdo presente em uma página e os organiza de acordo com sua relevância.

Ou seja, quanto mais relevante for o conteúdo publicado, mais chances de aparecer no topo de ranking ele terá.

Para melhorar a posição no ranking, é importante saber utilizar as técnicas de SEO e aplicá-las, pois elas ajudam a promover a página. 

Então, as páginas que aparecem no topo são mais visualizadas e reconhecidas pelos usuários. 

Mas quais são as técnicas SEO que precisam ser usadas? No próximo tópico vamos falar um pouco mais sobre elas. Confira.

Fatores importantes que influenciam o SEO

Os fatores mais importantes que devem ser levados em consideração e aplicados na hora de usar o SEO são:

  • Qualidade do conteúdo;
  • Tamanho do conteúdo;
  • Título interno;
  • SEO title;
  • URLs amigáveis;
  • Palavras-chave.

Qualidade do conteúdo

Vamos imaginar que você queira escrever sobre ponte rolante manual, um equipamento muito utilizado pela indústria. 

No entanto, existem milhares de fabricantes desse equipamento, portanto, é necessário que você escreva um conteúdo que se destaque frente aos demais de outras páginas.

Os sites de busca identificam rapidamente os conteúdos de baixa qualidade. Esses conteúdos são rapidamente rebaixados no ranking, dando espaço para aqueles que possuem maior qualidade. 

Ou seja, quanto melhor for o conteúdo que você escreve, melhor posicionada estará a página que o conterá.

Tamanho do conteúdo

O tamanho é outro fator importante, mas é preciso tomar cuidado com isso. Por exemplo, um conteúdo muito grande, mas que repete a mesma coisa diversas vezes cai na qualidade. 

Isso também acontece com conteúdos mais enxutos, mas que faltam informações, ou seja, não falam sobre o tema como deveriam.

Se o leitor procurar informações sobre conserto de gerador de energia, ele quer ter acesso a um material que tire todas as suas dúvidas. 

Portanto, independentemente de qual seja o tamanho do texto, ele deve trazer um conteúdo completo que aborde as principais informações e de maneira clara e objetiva.

Título interno

Outro fator que pesa muito é o uso de título interno. Trata-se do título que o leitor verá assim que acessar o conteúdo. 

Esse título deve ser diferente do presente no texto, pois eles possuem funções diferentes. O título interno é usado para manter o interesse do leitor pelo conteúdo. 

Por exemplo, se o título do seu texto é “Dicas de detergente para lava louças industrial”, o segundo título pode ser “Como escolher o melhor detergente industrial?”. 

Não existe um limite de caracteres para o título, mas ele deve ter como característica:

  • Despertar a curiosidade;
  • Aparentar ser vantajoso;
  • Trazer uma promessa verdadeira;
  • Conter uma palavra-chave.

SEO title

Já em relação ao SEO title, trata-se do título que levará o leitor até o seu conteúdo. Ele é muito importante para garantir um bom ranqueamento da página, portanto, deve ser objetivo, ter um limite de caracteres e ser atraente. 

Um bom exemplo seria “Centro de usinagem vertical: por que ele é tão importante?”.

URLs amigáveis

Outra técnica super importante é fazer uso de URL amigável. É importante que ela faça uso, por exemplo, de palavra-chave. 

Ela também precisa ser fácil para os leitores, então, quanto menos números ela tiver, melhor. 

Como principais características de uma URL amigável podemos citar uso de palavra-chave, apenas um subdomínio, ser curta, fácil de interpretar, hífens separando as palavras e estar relacionado com o título do conteúdo.

Palavras-chave

Já que estamos mencionando tantas vezes o uso das palavras-chave, é importante que você saiba exatamente o que ela é e sua importância. 

Trata-se daquelas palavras que a persona irá escrever no site de busca para encontrar determinado produto, serviço ou qualquer outro assunto. 

Por exemplo, alguém que trabalhe com vendas de produto pela internet, vai procurar informações sobre isopor de proteção. 

Esta pessoa pode realizar buscas como “proteção de isopor para embalagem”, sendo este um exemplo claro de palavra-chave que deve estar presente em um texto sobre o assunto.

O que deixa muitas pessoas com dúvidas é como saber que tipo de palavra a persona usaria. 

Para isso, é importante conhecer bem o público e fazer uma pesquisa para identificar as melhores palavras-chave para o nicho do produto ou serviço que sua empresa venda.

Conhecer bem a persona é fundamental para saber o comportamento dela quando vai buscar alguma informação na internet. 

Saber a fundo quais são os assuntos de interesse dela e o que ela espera também faz parte da estratégia para saber usar corretamente a palavra-chave.

Agora que você já conhece bem algumas das principais técnicas em SEO, vamos apontar para você quais são os principais benefícios da aplicação dessa ferramenta. Confira.

Importância e benefícios do SEO

O uso das técnicas em SEO é importante para que sua empresa figure entre as primeiras páginas disponíveis nos sites de busca. 

Dessa forma, vendas e negócios são diretamente influenciados. O uso dessas técnicas também traz diversos benefícios, e podemos citar como exemplos:

  • Aumento de tráfego no site;
  • Maior retorno sobre investimento;
  • Site fácil de navegar;
  • Excelente custo-benefício.

Em um site de buscas é possível encontrar informações sobre os mais variados produtos e serviços. 

Se você procurar por lubrificante para cabo de aço, encontrará nas primeiras posições do site de busca aquela página que traga um bom conteúdo sobre o assunto. 

Consequentemente, outras pessoas, assim como você, vão acessar essa mesma página. Ou seja, haverá um aumento no tráfego do site.

O ROI, ou seja, o Retorno Sobre Investimento também aumenta. Uma empresa que trabalhe com conserto de empilhadeira manual hidráulica e que deseje aumentar o seu lucro, investindo nos sites de busca, irá conseguir isso de forma muito mais simples e sem gastar tanto. 

Além disso, seu site se torna muito mais fácil de navegar, o que acaba por melhorar a experiência do leitor.

Site fáceis e simples de serem utilizados agradam os usuários, portanto, com certeza ele terá mais acessos e trará bons retornos. 

O custo-benefício do uso das técnicas de SEO também é um grande benefício, isso porque é possível investir um pouco menos e obter grandes lucros. 

Todo tipo de produto, tanto alimentos quanto galpão pré fabricado concreto podem ter um excelente retorno, oferecendo um custo-benefício vantajoso por meio dessa técnica.

Como foi possível perceber, o uso das técnicas de otimização para sites de buscas é necessário para que os conteúdos postados na internet, por empresas de diversos segmentos, profissionais e pessoas estejam ao alcance dos leitores e consumidores. 

Ninguém vai procurar conteúdo nas últimas páginas dos buscadores, não é mesmo? Portanto, figurar entre as primeiras colocações é fundamental.

O uso do SEO veio para dar mais visibilidade aos seus conteúdos. Sabendo usar suas técnicas você ganha espaço na internet e no mercado.

Entenda sobre a importância do Inbound Marketing para sua marca

Inbound marketing é uma das estratégias mais eficientes dentro do marketing digital. Visando atrair a atenção do consumidor, oferece conteúdo de qualidade que estimulem tanto a confiança do público-alvo quanto o crescimento de uma marca.

Hoje em dia, o consumidor está mais atento, procura pelas melhores empresas e por aquelas que se destacam no mercado antes de comprar qualquer produto e serviço. Tem em mão uma ferramenta muito importante para selecionar as empresas: a internet.

Isso não significa que para conquistar clientes e ganhar espaço no mercado, uma empresa precisa apenas estar na internet, é preciso saber como fazer isso.

O marketing digital oferece muitas possibilidades e cada uma de suas táticas ajuda a atingir diversos objetivos dos empreendimentos. 

Desde se tornar mais conhecida até aumentar as vendas, o marketing digital é uma ferramenta indispensável.

Em um mundo cada vez mais conectado, saber falar com os consumidores de acordo com o seu perfil, fornecendo soluções que ele realmente precise e na hora certa são algumas das possibilidades do marketing digital.

Neste texto, nós vamos falar sobre o que é inbound marketing, sua importância, alguns processos envolvidos em sua aplicação, além de dar alguns exemplos. Confira.

O que é Inbound Marketing?

Quando falamos em marketing digital, estamos falando de uma gama de possibilidades em marketing dentro da internet. Para usar a que mais tem a ver com os objetivos de uma marca, é preciso conhecê-las bem.

O Inbound Marketing é uma gama de estratégias que tem como objetivo atrair, converter e encantar clientes. 

Também conhecido como marketing de atração, ele não faz uso das mesmas técnicas de publicidade tradicionais.

Está focado em conectar um negócio ao seu público-alvo, através do SEO, Marketing de Conteúdo e estratégias focadas nas redes sociais.

Anos atrás, as empresas simplesmente interrompiam uma programação na TV para expor seus produtos. Por causa da internet, isso mudou, mas além disso, também mudou a qualidade do produto e do serviço oferecido.

A era da informação digital deu armas aos consumidores, que estão sempre atentos a tudo o que envolve suas necessidades de consumo, por isso, não basta apenas produto de qualidade e preço justo, é preciso informação.

O Inbound Marketing é concentrado exatamente nisso, principalmente na criação e compartilhamento de conteúdos que estejam conforme o perfil de um público-alvo. Mas não faz isso de maneira a interromper esse público.

Ele conquista a permissão dos consumidores para se comunicar com eles de forma direta, além de promover um relacionamento duradouro entre empresa e público-alvo. Isso é possível por meio da criação de conteúdo relevante.

Importância do Inbound Marketing

Analisando essa metodologia de abordagem oferecida pelo Inbound Marketing, podemos imaginar a sua importância.

Vamos imaginar que uma empresa fabricante de ponte rolante manual comece a trabalhar com inbound marketing. 

Um dos resultados alcançados e que demonstra a importância dessa estratégia é a confiança que o público-alvo dessa empresa começará a ter em relação a ela.

Conquistar a confiança do consumidor é muito importante. Isso porque ele passa a permitir que a marca se aproxime cada vez mais, o que possibilita a construção de um relacionamento sólido e saudável.

Esse relacionamento resulta em vendas, que é o foco de qualquer empresa. As vendas são importantes para garantir a receita de uma marca e permitir que ela continue existindo.

Sendo assim, também podemos dizer que o Inbound Marketing é importante para:

  • Alcançar o público certo;
  • Estabelecer um relacionamento com ele;
  • Mais poder de persuasão;
  • Ciclo de vendas mais rápido;
  • Menos custos;
  • Aumento do ticket médio;
  • Mensuração rápida de resultados.

Essa estratégia do marketing digital não é feita de maneira impensada, pelo contrário. Ela é destinada a um público certo, para que se possa ter um relacionamento com ele e persuadi-lo de maneira mais convincente.

Isso reduz o ciclo de vendas, porque atinge o perfil ideal, reduz os gastos da empresa com prospecção de clientes e investimentos em estratégias de marketing, o que aumenta a capacidade de compra do cliente e a empresa consegue medir esses resultados em tempo real.

Para que tudo isso funcione, é necessário entender os processos do Inbound Marketing. 

Processos do Inbound Marketing

O inbound marketing se divide em 4 processos muito simples. E apesar de ser muito simples, pode ser utilizado pelos mais diferentes tipos de empresa, como uma fabricante de caixa de calibração de relés.  

Voltando aos seus processos, estes são conhecidos como:

1. Atrair

Atrair tráfego para os sites e blogs das empresas é o primeiro passo do marketing digital. 

Para aumentar esse tráfego, é necessário fazer com que usuários que pertençam a determinado público-alvo passem a acessar os sites ou blogs das empresas através de temas significativos.

2. Converter

Os visitantes que passam a frequentar os canais das marcas precisam ser convertidos em leads.

Ou seja, pessoas que realizam alguma ação dentro dos sites das empresas e se tornam oportunidades reais de vendas.

3. Vender

Não basta apenas que o lead preencha um formulário ou forneça alguns dados, é preciso nutri-lo. 

Isso é feito com a publicação contínua de conteúdos e, a partir daí, identificar aqueles que estão a ponto de fechar negócio.

4. Encantar

Algumas empresas acreditam que o relacionamento com o cliente termina depois da venda, mas não. 

É preciso pensar no pós-venda como uma maneira de encantar o cliente e fazer com que ele promova a marca, falando dela para outras pessoas.

Uma empresa que venda solda em aço carbono, aplicando o Inbound Marketing consegue alcançar esses processos e passa a ter um cliente fiel, que voltará a fechar negócio.

Ela passa a investir em uma estratégia perfeita para atingir o público certo, com o conteúdo certo e no momento certo. Só que é importante conhecer as estratégias do inbound para poder usá-lo.

Exemplos de estratégias do Inbound Marketing

O inbound marketing faz uso de algumas estratégias para alcançar os seus processos. Para atrair o público-alvo aos canais de um negócio, ele usa uma de suas mais importantes estratégias, o marketing de conteúdo.

Se uma empresa de conserto gerador decide usar o inbound marketing para atrair mais visitantes para o seu site, ela precisa investir no marketing de conteúdo. 

Este é a criação de conteúdo relevante, de valor informativo sobre os produtos e serviços oferecidos por uma marca.

O conteúdo pode ser veiculado em blogs, sites e também nas redes sociais. Um exemplo de conteúdo relevante é essa mesma empresa produzir um conteúdo que aborde temas como gerador silencioso a diesel.

Este pode falar da importância da automação, a razão de ser vantajosa, mostrar estatísticas de como essa opção vem se popularizando, como isso é feito, etc.

Isso mostra ao público que a marca entende do assunto. Para melhorar ainda mais o alcance desses conteúdos, as estratégias em SEO podem ser utilizadas.

Isso porque o SEO melhora o posicionamento dos sites no ranking das páginas dos sites de busca. O SEO permite que o site ou blog de uma empresa seja encontrado facilmente, o que aumenta o tráfego.

Para a conversão, as empresas devem usar algumas estratégias como formulários e call to action. 

Por exemplo, uma empresa de programação clp Siemens pode deixar em seu site um formulário para que o visitante preencha com alguns dados de contato, como e-mail.

A partir daí, esse visitante já foi convertido em lead e já está sendo considerado um cliente em potencial. 

Mas para que esse visitante preencha esse formulário, a empresa em questão precisa fazer uso do CTA, convidando-o a preencher o formulário.

Para vender, a empresa precisa estar atenta e analisar o perfil do seu público-alvo para chegar à sua persona ideal. É com base nela que a empresa encontrará o melhor caminho para a venda.

Um dos mais comuns é o e-mail marketing. Por exemplo, uma empresa de detergente para lava louças industrial pode manter o lead interessado em sua marca por meio do envio de e-mail marketing. 

Nele podem conter os produtos e novidades, mantendo o interesse do lead e sendo possível personificá-lo.

Por fim, as empresas precisam investir também no encantamento dos seus clientes como o último passo do inbound marketing. Não se pode esquecê-los de uma venda, é importante manter um relacionamento próximo.

Para isso, uma empresa de usinagem de peças pequenas pode enviar e-mails com conteúdos relacionados aos produtos e serviços vendidos, e do interesse do cliente. 

Isso permitirá que a empresa mantenha um relacionamento próximo e ativo com seus clientes.

O inbound marketing é uma estratégia inteligente e versátil, que atende a todos os nichos de mercado. 

Por meio dela, não somente as vendas de uma marca aumentam como ela passa a ter clientes fiéis que sempre voltarão a fazer negócio.

Como vender por telefone?

Assim como a equipe do telefone-numero.com pontuou, é preciso técnica para realizar vendas pelo telefone.

Com o crescimento da tecnologia, ainda que hajam muitos chatbots, o contato humano é primordial. 

 

Por isso, este artigo iremos falar sobre algumas técnicas que você pode aplicar an sua empresa. Confira!

Seja Interessante!

Isto é algo que tem afetado todas as pessoas que fizeram uma ligação externa em algum momento de sua carreira – e afeta algumas pessoas todos os dias! 

 

Se você é trabalha com seguros de viagens, e tem que fazer um grande número de chamadas para fora, em que você está dizendo as mesmas coisas ou semelhantes em cada chamada, isso provavelmente está afetando você agora!

 

Pense nisso … já fez o seu pitch de vendas umas 50 vezes hoje. Falas com a próxima pessoa e, adivinha … parece que é a 50ª vez que a entregas hoje! 

 

O problema é que é a primeira vez que esta pessoa a ouve! 

 

Não merecem o teu melhor esforço, em vez do cansaço, do tédio, “prefiro estar em casa do que fazer esta chamada” da forma como acabou de entregar?!!

Ainda mais técnicas práticas para vender por telefone

Aqui algumas de nossas idéias práticas para como vender através do telefone, o que vai ajudá-lo a ser confiante e natural, ouvir mais, evitar suposições e mantê-lo interessante.

Elimine os vícios de linguagem (por exemplo,hummm, ahhs e ers)

Tiques verbais, muitas vezes referidos como “Tipo”, ahh, hummmm, são frequentemente interpretados como um sinal de incerteza, o que o afasta do cliente.

Em vez disso, você deve fazer uma breve pausa quando você sente a necessidade de adicionar um “enchimento”, como” umm “ou” like”, para fazer o cliente se agarrar a cada palavra.

Ouça as sua ligações anteriores

Uma grande técnica para melhorar o seu desempenho por telefone é ouvir as suas chamadas. Isso lhe dará grandes pistas sobre como você pode melhorar no futuro.

 

Mantenha a postura enquanto estiver sentado

Pesquisas sugerem que ter uma boa postura ao fazer uma ligação, ajuda você a falar com mais convicção, fazendo com que você pareça mais confiante no processo. Sentar-se Direito e de pé também ajuda você a projetar sua voz e falar claramente.

Pratique falar 20% mais devagar

Se você ficar nervoso no telefone, é mais do que provável que você vai começar a falar mais rápido e mais rápido.

 

Então, fale devagar, com o objetivo de falar 20% mais devagar do que você normalmente faria e soar mais natural e claro. 

 

Além disso, não tenha medo do silêncio; pode ser uma poderosa ferramenta de vendas.

Controle a respiração

Quando você fica nervoso, você vai notar que sua voz se move do seu peito para cima, de modo que o som emerge do seu nariz e garganta. 

 

Isso faz você parecer que está chorando, pois sua respiração não transmite um som natural, muitmenos confiança para o receptor. Quando isso acontecer, expire e pratique falar em um tom mais profundo.

Chame o cliente pelo nome ao menos três vezes em uma chamada

Usando regularmente o nome do cliente demonstra que você está ouvindo ativamente e é uma ótima maneira de desenvolver a conversa. 

 

As pessoas irão ter maior interesse nos vossos pensamentos e ideias quando ouvirem o seu nome e são mais propensos a dar-vos toda a sua atenção.

Aplicar “sinais verbais” à conversa

Acenos verbais, como “uh-huh”, e “eu vejo”, ajudam a combater o silêncio puro no seu lado do telefone, o que faz com que o cliente se sinta impotente e pouco apreciado. 

 

Assim, um vendedor deve usar esses ruídos para garantir ao Cliente seu foco e compreensão.

Repetir a palavra ou frases de um cliente

Repetir uma palavra ou frase que o seu cliente usou encoraja-os a expandir os seus pensamentos. 

 

Um exemplo de seguro seria se o cliente diz, “Eu preciso que ele seja confiável e cobrir …” e você repete a palavra “confiável” , você está permitindo que eles se abram e fornecer a si mesmo com informações valiosas.

 

Seguindo todas estas dicas, certamente você conseguirá aumentar as suas vendas e terá clientes mais satisfeitos com o seu atendimento.

E-mail marketing: saiba como impactar o aumento de leads

O e-mail marketing é uma estratégia utilizada por várias empresas com a intenção de aumentar o contato com o seu público.

Para que essa ferramenta possa ser utilizada de maneira mais eficiente, é preciso que ocorra a captação de leads. Os leads são dados de contato, mas de maneira especial o endereço de e-mail, do público interessado no seu negócio.

Sendo assim, a captação de leads visa recolher um grande número de contatos para que uma empresa possa manter uma comunicação constante com seus clientes e pessoas interessadas no seu segmento.

A captação de leads pode ser feita de várias maneiras, mas a sua finalidade permanece a mesma: encontrar cada vez mais contatos para que a empresa possa expandir a sua rede de relacionamento.

Isso porque o e-mail marketing pode trazer diversos benefícios para um negócio, aumentando os seus resultados e proporcionando meios de agregar maior valor à empresa.

Por isso, essa postagem traz dicas de como impactar de maneira positiva o aumento de leads do seu negócio, utilizando o e-mail marketing como estratégia.

E-mail marketing e cadastros em uma página

Uma das maneiras mais comuns de captar um lead é por meio do cadastro de um usuário no site.

Utilizando um formulário simples, que solicite apenas o endereço de e-mail, ou um mais completo em que sejam inseridos nome, telefone e cidade de residência de uma pessoa, é possível adquirir o contato de maneira bastante simples.

Nesse caso, as empresas de usinagem em SP que possuam site e desejam obter o contato do público que se interessa pelo seu conteúdo, pode disponibilizar esse formulário em qualquer área da sua página.

Desse modo, ela pode criar uma lista de contatos e disparar e-mail marketing para esses leads de maneira a impactá-los positivamente, chamando a atenção desse público.

Pop-ups de captura de leads

Quem nunca realizou uma pesquisa na internet, clicou em um site e, ao movimentar o cursor foi surpreendido por um pop-up oferecendo o envio de e-mails com conteúdos informativos daquela página?

Essa é outra maneira interessante de capturar mais leads, que pode ser feita na página de estabelecimentos de diversos segmentos, tal como as empresas de manutenção industrial SP.

Além disso, um pop-up pode ser utilizado de maneira interessante para que o público interaja com eles.

Algumas das estratégias mais comuns são:

  • Oferecer descontos;
  • Enviar cupons promocionais;
  • Oferecer o envio de um e-book;
  • Enviar o link para acesso a uma aula, etc.

Essas opções podem despertar o interesse de um leitor que acessou a página, e faz com que ele se inscreva para obter os benefícios oferecidos pelo site.

Desse modo, o e-mail marketing também pode ser disparado para as pessoas que se interessaram em receber o contato da empresa, mantendo uma comunicação periódica com o público.

Landing Pages

As Landing Pages são páginas específicas de captura de leads, criadas com a intenção de obter o contato do público interessado em um determinado produto/serviço.

Elas são utilizadas principalmente em campanhas de empresas que desejam levar o usuário a realizar uma ação, seja ela uma compra ou mesmo uma inscrição para uma aula ou palestra online.

Essa pode ser, por exemplo, uma estratégia para impactar um maior número de clientes, utilizada por uma empresa que deseja realizar o lançamento de um sistema de pressurização predial e conseguir assim realizar várias vendas.

Mas mesmo quando o cliente acaba não finalizando a compra, ele terá disponibilizado o seu e-mail na página, o que permite um contato posterior.

Assim, a empresa pode realizar campanhas de e-mail marketing com a captação desses leads, fazendo com que eles acessem o conteúdo novamente e que possam finalizar a sua compra.

Para obter maiores resultados na captação de leads para e-mail marketing dentro de um Landing Page, é preciso utilizar estratégias como:

Investir em imagens atrativas

Para estimular o visitante da página a deixar o seu contato, é interessante postar imagens relacionadas à atividade da empresa, ou ao que ela está oferecendo ali.

Se a página trata de aluguel de andaimes, é possível inserir fotos de estruturas que chamem a atenção dos clientes, despertando o seu interesse. Isso faz com que ele queira saber mais sobre o conteúdo.

Escaneabilidade da página

A grande maioria dos leitores hoje realiza um escaneamento da página antes de iniciar a leitura, sendo um elemento que implica diretamente na ação do usuário, ou seja, se ele sairá da página porque visivelmente o conteúdo não o atraiu ou se ele investirá tempo para conhecer o conteúdo disponibilizado.

Por isso, se o cliente se opta por permanecer na página, a probabilidade de ele inserir o seu e-mail para receber futuros conteúdos relacionados é muito maior.

Oferecer uma proposta ao leitor

A Landing Page é o meio mais propício para oferecer uma proposta irrecusável para um leitor.

Por isso, se uma empresa especializada em projetos de instalações elétricas prediais criar uma Landing Page para lançar um curso online para profissionais da área, ela poderá oferecer um desconto para aqueles que se matricularem em um determinado período de tempo.

Como muitas das informações dependem que o público insira o seu endereço de e-mail para serem obtidas, essa é uma maneira eficiente de captar leads, que podem ser transformados em mais conversões após o contato posterior por e-mail marketing.

Call-to-Action

O Call-to-Action (CTA) é outra maneira bastante interessante de aumentar os leads de uma empresa.

Ele é feito por meio de botões, que instigam o público a realizar uma determinada atividade, que pode ser ligar para uma empresa, acessar o seu site/blog, iniciar um download, etc.

No geral, o CTA pode ser responsável por capturar um grande volume de leads, principalmente porque ele pode ser incluído em diferentes tipos de páginas, seja no site principal da empresa, ou seja no blog específico para divulgação de conteúdos e até mesmo nas redes sociais.

Além disso, o CTA faz parte de estratégias para aumentar o tráfego de uma determinada página, aumentando o seu número de visualizações e, desse modo, também o número de leads.

Depois de abordar algumas ferramentas eficientes para capturar leads em função do e-mail marketing, é possível estabelecer diferentes momentos para realizar esse tipo de ação, que pode ser benéfica para vários negócios.

E-mail marketing e envio de conteúdos interessantes

Com a captura de leads, o e-mail marketing pode ser uma ferramenta muito interessante para vários negócios.

Empresas de geradores em sp, por exemplo, podem enviar artigos para os seus clientes informando sobre as vantagens da utilização de um gerador em eventos de grandes proporções, ou sobre os locais que devem possuir um gerador em caso de emergências, entre outros.

Além disso, o e-mail marketing pode ser utilizado para envio de promoções aos leads, que podem conter uma série de produtos, tal como um revestimento de rolos de borracha com o valor interessante, que certamente não seria visto pelo cliente se ele não estivesse inscrito no site.

A importância da qualificação de leads

Depois de arrecadar um grande número de novos leads, é preciso qualificá-los para que os contatos possam ser cada vez mais assertivos.

Isso porque não é uma estratégia produtiva enviar e-mail marketing para leads que não estão interessados em adquirir um produto/serviço oferecidos por uma empresa.

Além disso, esses contatos que não possuem interesse podem impactar negativamente nas métricas do negócio, gerando números desmotivadores.

Assim, se uma empresa de remoção industrial deseja saber quais são os leads realmente interessantes para o negócio, ela precisa qualificá-los, usando critérios como:

  • Perfil de consumidor;
  • Intenção de compra;
  • Necessidade do consumidor;
  • Orçamento disponível.

Esses critérios ajudam uma empresa a detectar a qualidade do lead, ou seja, se ele é realmente um potencial comprador ou se ele não manifesta nenhuma intenção de adquirir um produto/serviço.

Além disso, a alimentação do lead vai depender de elementos que sugerem que o cliente está buscando por um produto, e quer adquiri-lo; ou se ele quer o produto, mas não está no momento ideal para a compra, o que pode ser ocasionado por diversos motivos.

Os leads bons devem ser constantemente nutridos, pois quando a marca se faz presente na rotina de um possível cliente, em algum momento ele certamente optará pela compra. Além disso, um bom lead possivelmente virará um cliente recorrente, que adquire o produto/serviço oferecido pela empresa de maneira constante.

Já os leads que não possuem sinergia com a empresa devem ser removidos da lista, principalmente porque o envio de um e-mail marketing não será interessante para ele.

Por isso, o e-mail marketing é uma estratégia fundamental para impactar o aumento de leads, fazendo com que uma empresa atinja melhores resultados e conquiste mais clientes.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.