CategoryMarketing

4 dicas para ajudar profissionais freelancer a atrair novos clientes

 

Deseja conquistar novos Jobs como freela, mas não sabe por onde começar? Conheça 4 dicas para ajudar profissionais freelancer a atrair novos clientes!

Os trabalhos freela têm ganhado um espaço notório no mercado, o qual cresceu exponencialmente nos últimos anos. São diversos os profissionais procurados, como, por exemplo, redatores, designers, profissionais do marketing e outros.

Por mais que muitas pessoas usem esse tipo de serviço como uma fonte de renda extra ou trabalho home office, ele precisa ser levado a sério e exige responsabilidade e comprometimento, assim como qualquer outro, uma vez que o profissional é o único responsável para administrar sua carga horária, rotina de tarefas, entre outros.

Pensar em conquistar novos clientes não é o suficiente, pois manter os antigos e mostrar que é uma pessoa responsável e produz trabalho de qualidade será o fator principal para conseguir indicações e ter novas oportunidades.

Portanto, antes de atrair novos clientes, é preciso se certificar de que está realizando um bom trabalho com o que já tem em mãos. Mas, se estiver em busca dos primeiros clientes, as dicas a seguir também são muito válidas.

Dicas essenciais para atrair clientes para trabalho freela

Seja visível – divulgação é essencial!

A regra básica para conseguir trabalhos freelancer é ser um profissional visível.

Existe uma frase muito conhecida que é: “quem não é visto, não é lembrado”.  Pode ser clichê, mas faz muito sentido.

Hoje em dia, temos a ajuda das redes sociais, que estão disponíveis para que possamos usá-las a nosso favor e como desejarmos, portanto, fazer divulgações sobre os nossos serviços é uma ótima ideia.

Ficar em evidência aumenta as nossas chances de atrair novos clientes. Faça divulgações de trabalhos já realizados, pois, mesmo que não tenha um portfólio, os trabalhos feitos na empresa que já trabalhou, faculdade, cursos técnicos, seus artigos para blogs pessoais e outros, podem ser uma boa “carta de apresentação”.

Conheça plataformas:

Meu Redator – Plataforma para redatores freelancers
MeuFreela -Plataforma para freelancer
Workana – Plataforma para freelancers

Imagem Empreendedora

Criar uma imagem positiva para o seu perfil é outro fator importantíssimo, pois devemos mostrar ao cliente em potencial que contamos com capacidade, confiança e profissionalismo. Você deve construir uma imagem de que é o melhor no seu segmento.

Quanto maior o respeito que conseguir passar aos clientes, mais será procurado para realizar trabalhos.

Aprenda a negociar

Por mais que tenha estudado muito, se aprimorado, tenha ou não experiência, não é sempre que os clientes irão querer pagar o que você acha que o seu trabalho vale. O mercado é competitivo e até conseguir se colocar como um profissional respeitado e valorizado, devemos aprender a negociar.

Como freelancer, é importante ter uma margem para negociação, até mesmo porque, quando um cliente te procura, ele já deve ter conversado com mais profissionais além de você.

Cobrar valores com uma margem boa para ambos ajuda a conquistar o cliente e ter uma oportunidade de mostrar o seu trabalho. Assim, poderá mostrar a qualidade do seu freela e, com o tempo, renegociar valores ou manter o cliente fixo.

Ter flexibilidade

Por mais que o profissional freelancer tenha disponibilidade para fazer seu horário, devemos entender que existem prazos a serem cumpridos e que para manter os clientes, precisamos nos adaptar a eles.

Comece fazendo uma lista dos projetos mais urgentes e dos prazos, além de preparar os mais difíceis primeiros, a fim de evitar a procrastinação e desorganização no trabalho, assim poderá entregá-los no prazo e evitar que os clientes fujam de você.

As 14 chaves que você deve saber sobre marketing digital para PMEs

Nós vivemos na era digital; um tempo em que somos continuamente bombardeados por todos os tipos de estímulos e mensagens. Agora que você já decidiu que você quer para investir para promover a sua própria marca, você precisa para criar uma mensagem convincente, ter os meios adequados para anunciar forma original e eficaz. Se você quer chamar a atenção do usuário, você terá que fazer a diferença através do marketing digital para as PME.

É por isso que criamos uma lista com as 14 chaves do marketing digital para as PMEs que consideramos as melhores. Desta forma, você fará seu negócio se destacar da concorrência. Não perca as estratégias que sugerimos para agência de publicidade e para as PME!

14 aspectos para ter em conta o marketing digital para as PME

Com este post você não precisará fazer um curso ou mestrado em marketing digital , pois esclareceremos em apenas 14 pontos tudo o que você precisa saber para realizar o marketing digital para sua PME .

Se você tem dúvidas sobre o que é um plano de marketing ou quer saber mais sobre como criar uma estratégia de marketing digital , aqui você encontrará todas as informações que precisa saber.

1. O que torna sua empresa única?

Se você está interessado em desenvolver uma estratégia de marketing digital para sua PME , você deve começar definindo o que torna sua empresa tão especial, que torna sua empresa única. Analise seus pontos fortes e o que o distingue de outras empresas do setor e aproveite sua vantagem competitiva. Deixe que isso se torne o seu mecanismo de promoção e, graças a isso, você aumenta o número de vendas.

2. Quais problemas podem ser resolvidos?

Você deve ser claro ao explicar os possíveis problemas que podem ser resolvidos em sua empresa. Diagnosticar e avaliar um problema existente ou a falta de tempo também é uma vitória. Se localizarmos o problema e pensarmos em uma solução que o remediará, isso abrirá as portas do mercado e você atingirá seu objetivo de aumentar as vendas.

3. O que os clientes querem ler?

Se você deseja otimizar seus resultados por meio do marketing digital para PMEs , não perca tempo falando sobre seus departamentos, usando detalhes técnicos ou abusando do jargão comercial. Lembre-se que você deve pensar como seu cliente faria. Classifique e apresente as informações colocando-se no papel da pessoa que vai comprar seu produto ou contratar seus serviços, é a melhor maneira de alcançar o cliente e garantir uma venda.

4. Que tipo de linguagem você deve usar para abordar os clientes?

O melhor é usar uma linguagem apelativa, simples e acima de tudo, inspiradora. Faça-se entender com palavras claras, precisas, precisas e, acima de tudo, positivas. Além disso, lembre-se de cuidar da sua ortografia! Os clientes valorizam cada detalhe, mas gostam de ler algo que possa ser facilmente entendido.

5. Como os seus clientes podem encontrá-lo graças ao marketing digital para as PME?

Você deve estar acessível, ou seja, a maneira de entrar em contato com você e sua disponibilidade deve ser fácil de encontrar aproveitando sua publicidade na Internet . Você deve posicionar e posicionar a marca de sua empresa, seu website e seu contato onde qualquer usuário pode pesquisar a qualquer momento: Google, Google Maps , etc.

6. Como você pode aproveitar o seu site para canalizar as vendas?

Você deve tirar proveito de sua página web para resolver todas as possíveis dúvidas de seus clientes o mais rápido possível, já que é uma maneira de canalizar as vendas . Além disso, você deve convidar o usuário a seguir um itinerário cujo objetivo é clicar na ação de compra . Boa canalização é uma venda garantida!

7. Como você pode deixar sua mensagem clara sem parecer repetitiva?

O usuário, como cliente em potencial, gosta de saber o máximo possível sobre o que vai comprar ou contratar (como é lógico). Portanto, recomendamos que você forneça todos os detalhes possíveis sobre o seu produto e que você reitere a mensagem que deseja transmitir, mas sem ser repetitiva. É melhor que não faltar, então não fique aquém e procure maneiras de enriquecer sua história, assim como repetir a mensagem de uma maneira natural e sutil .

8. Qual é a utilidade de ter um bom design?

Escolha um design e aplique-o a tudo que você faz relacionado à sua empresa para transmitir força e inteligência. Se você escolher uma identidade gráfica eficaz que por sua vez seja elegante, essa será uma maneira direta de falar bem da sua empresa com o usuário sem precisar dizer nada.

Se você quiser saber mais sobre o que é web design e como ele influencia o marketing digital para as PMEs, você encontrará tudo o que precisa saber em nosso site, assim como os erros mais comuns cometidos durante a criação de um website .

9. Por que é tão importante ter um site atraente?

Independentemente do que você faz e do seu negócio, siga o nosso conselho: aplique bom gosto! Como usuário, você sabe que é importante que o que você está interessado transmita não apenas boa qualidade, mas bom gosto e excelência , seja através de fotos, vídeos, etc. Lembre-se que a beleza vende e, portanto, é uma excelente estratégia de marketing . Dê à sua empresa uma estética que nenhum cliente pode resistir!

10. É errado ser inspirado por outras empresas concorrentes?

Para criar uma estratégia de marketing digital para a sua PME, pode sempre inspirar-se em outras empresas. No entanto, inspiração não é o mesmo que copiar, algo que acontece com mais frequência do que pensamos. É quando os problemas aparecem e encontramos o que chamamos de ” conteúdo duplicado “, algo pelo qual o Google vai nos punir sem piedade e não conseguiremos o posicionamento na web que desejamos.

Nosso conselho é ser original e dar tudo que você faz um toque pessoal. Tenha sempre em mente o que sua concorrência faz, você sempre pode obter idéias, mas se atreve a criar algo único e exclusivo para e para seus clientes .

11. Você tem dúvidas sobre compartilhar seu conhecimento?

Não hesite, faça! Compartilhe seu conhecimento com o mundo todo e com ele você poderá criar uma comunidade em torno de sua empresa . Você não deve ter medo de compartilhar com o mundo o que você sabe, as pessoas estão interessadas! É possível que você perca um cliente, mas em troca você receberá outros três.

12. O que você deve publicar nas suas redes sociais?

Se falamos de marketing de mídia social, as redes sociais são, sem dúvida, uma das melhores formas de marketing digital para as PME . Portanto, você deve sempre compartilhar informações úteis e, acima de tudo, dizer coisas que podem entreter seus seguidores nas redes sociais.

Você deve despertar o interesse dos usuários para que eles sejam cada vez mais o que seguem você no Facebook ou no Instagram e não menos. Lembre-se de que todos os seus seguidores são clientes em potencial, portanto, cuide das suas redes sociais ! Para isso, você sempre pode contar com um de nossos especialistas em mídia social.

13. Como você pode fazer as pessoas lembrarem da sua empresa?

Como dissemos antes, vivendo na era digital, que é sinônimo de um mundo em que recebemos estímulos contínuos e excessivos, não há nada que se torne viral ou que seja lembrado se não for excessivamente engraçado ou se não for Isso gera controvérsia.

Atreva-se a provocar as pessoas, vamos conversar! Escusado será dizer, sempre do respeito e com a educação máxima. Se você é capaz de agitar as emoções dos usuários que lêem você, não só você alcançará mais usuários, mas eles também nunca esquecerão sua empresa. Outra maneira de atingir esse objetivo é através do email marketing .

O e-mail marketing não é apenas uma boa ferramenta para obter descontos e ofertas para os seus clientes regulares, mas você também pode usá -lo para destacar suas ações de marketing social.

Você colabora com uma ONG? Você participa de algum projeto social? Deixe seus clientes saberem! Isso gerará um vínculo emocional entre a empresa e o consumidor que pode fazer a diferença ao decidir entre sua empresa ou outra da concorrência.

14. É conveniente trabalhar com prescritores ou influenciadores ?

Jogando flores em si mesmo é desaprovado, mais as pessoas acham chato. No entanto, quando você faz com que outra pessoa fale bem de você, a mensagem do discurso soa muito diferente. Portanto, dentro das estratégias de marketing on-line para as PME, existem prescritores.

 

Como criar e alterar o favicon no WordPress

Ele vem do ícone de favoritos de palavras em inglês  ou o que é o mesmo, ícone de favoritos e é usado para identificar facilmente a página da web nos favoritos do seu  navegador.

Você sabe o que é um favicon do WordPress ? É um pequeno ícone que é exibido no navegador e que você pode ver nesta mesma página acima de tudo, nas guias onde as informações da página da web aparecem.

Se você navega regularmente a Internet, você verá que muitos sites não levá-lo, é uma tarefa pendente para muitos, seja porque não pode alterá-lo, ou porque têm as ferramentas necessárias para criar uma, ou eles estão saindo e deixando e eles esquecem .

É importante ter um para que seu site se destaque do resto das webs e  identifique-o entre o mar de páginas que você tem nos favoritos, para que eu o ajude a criar um de uma maneira muito simples .

Criar um favicon é um elemento importante para a sua marca ou negócio, você tem que cuidar de tais detalhes, embora eles sejam pequenos, tem importância para o público. Você não quer para criar má impressão que certo?

Passos para criar um favicon do WordPress

Design anterior, a imagem

Como mencionei anteriormente, o ícone de favoritos é apenas uma imagem pequena, geralmente de 16 × 16 ou 32 × 32 pixels , por isso seria ideal primeiro transformar o logotipo em um tamanho maior usando um programa de edição gráfica como Photoshop, então vamos cuidar de reduzir o tamanho.

Para que o ícone apareça corretamente na barra de favoritos do navegador, eu aconselho você a:

  • Primeiro, projete a imagem com o Photoshop e salve-a em um formato conhecido png, jpg. Se o fundo é transparente muito melhor.
  • Não sobrecarregue muito o design , porque quando você reduz para 16 × 16 ele pode ficar embaçado, como um ponto onde nada é diferenciado e não é isso que estamos procurando ou o que nos interessa. Use linhas simples e finas. Cuidado com cores e formas.
  • Isso está  relacionado ao tema do seu site . Se você tem um site ou um blog, por exemplo, Fórmula 1 ou carros, não crie uma flor xD.

Você pode usar o logotipo do seu site, se você não quer complicar muito.

Criando o favicon

Agora que temos uma imagem pronta para ser convertida em um ícone, usaremos a ferramenta on-line gratuita favicon.ico Generator. A aplicação desta web é muito fácil de usar e gerar o ícone se torna uma tarefa que qualquer um pode fazer.

Assim que entrarmos na página do gerador favicon.ico , temos duas opções para gerar nosso ícone:

  1. Importando uma  imagem  projetada anteriormente. Facilitar Esta é a opção que eu recomendo . Nós só temos que carregar o design anterior que criamos com o Photoshop  na primeira etapa. Automaticamente iremos gerar um arquivo .ico , pronto e pronto para ser inserido no WordPress. Para fazer isso dessa maneira, você terá que selecionar a opção Importar imagem .
  2. Projetando-o à mão. Para os artistas : Certamente essa opção é um pouco mais cara, mas se você tem boas ideias e sabe o que está procurando, pode encontrar coisas legais. Na página favicon.ico Generator, há uma caixa onde podemos desenhar com um lápis. É aí que é projetado. Podemos escolher cores e transparências para fazer a nossa imaginação voar. Agora é uma questão de desenhar a ideia que tínhamos em mente.

Como mudar o favicon no WordPress

Se você chegou aqui, você terá seu ícone no formato .ico pronto para ser inserido no WordPress.

Temos duas maneiras de colocar o nosso favicon no WordPress , uma usando um cliente FTP e enviá-lo para a pasta correspondente, e a outra é por meio de um plugin. Vamos ver os dois métodos:

Método 1, o recomendado, usando o personalizador do WordPress

A partir da versão 4.3 do WordPress , é possível alterar o favicon com poucos cliques do mouse, não é necessário criar nenhum arquivo .ico, basta fazer upload de uma imagem de 512 pixels de largura e recortar o personalizador.

Para executar todo o processo, vá para Aparência -> Personalizar -> Identidade do site .

Método 2, faça o upload via FTP

Para inserir nosso favicon no WordPress com um cliente FTP, nos conectamos ao servidor e carregamos a imagem para a pasta onde temos o favicon que vem por padrão.

O caminho do WordPress seria  wp-content / themes / seu-template / images . Substituímos e já colocamos nosso ícone de favoritos.

Fonte blog ganhar dinheiro extra na internet:

Dinheiro Web: https://dinheiroweb.net/

8 maneiras de melhorar a automação de marketing para E-commerce

A automação de marketing pode fazer mais com e-mail do que enviar implantações em massa e acompanhar as aberturas e cliques. A automação de marketing pode integrar o email à sua plataforma de gerenciamento de clientes para criar campanhas relevantes. Mas o recurso mais importante para os comerciantes de comércio eletrônico é sincronizar o comportamento de um visitante no site, como produtos visualizados, com o perfil desse indivíduo no seu CRM.

Assim, a automação de marketing permite que os comerciantes criem segmentos com base, digamos, no histórico de compras e nos produtos visualizados recentemente. Ou, geolocalização e visualizou produtos.

Um comerciante pode implantar um email para um item específico dentro de minutos de um consumidor visitando a página do produto. Combinar o comportamento on-site dos compradores com dados limpos e confiáveis ​​pode melhorar drasticamente as conversões e, portanto, justificar o custo da ferramenta automatizada. Tudo vai depender da criação de ecommerce que você investiu.

Neste post, revisarei oito maneiras de acelerar um programa de automação de marketing de comércio eletrônico.

Automação de marketing para comércio eletrônico

1. Use dados limpos. Seu banco de dados do cliente deve estar atualizado, correto, consistente e completo. Acompanhe a qualidade dos seus dados, monitorando as taxas de rejeição, as taxas de cancelamento de assinatura e o envolvimento. Verifique se seus nomes geográficos são consistentes e se seus produtos estão categorizados corretamente. (Categorizar é a chave para a segmentação.) Para dados incompletos ou ausentes, use formulários dinâmicos para que o cliente em potencial forneça as informações ausentes em seu próximo envio de formulário.

Resolva os problemas de dados imediatamente, antes que eles prejudiquem as vendas.

2. Envie e-mails de boas-vindas. Quando alguém compra de sua empresa ou inscreve-se no boletim informativo, é essencial enviar um e-mail de boas-vindas. Utilize este email para fornecer códigos de desconto ou promoções especiais. Teste esses códigos e promoções para eficácia e para ajudar a segmentar o novo cliente em potencial. Teste, também, vários formatos e designs.

Além dos códigos de desconto e promoções, use o e-mail de boas-vindas para (i) comunicar a personalidade da sua marca, (ii) fornecer dicas úteis sobre o produto e (iii) informar seus clientes em potencial sobre a frequência do boletim informativo.

3. Oferecer itens complementares. A inclusão automática de itens visualizados recentemente em um e-mail de marketing nem sempre é eficaz. Afinal, pode ter havido uma razão pela qual o visitante não comprou esse item. Uma estratégia melhor, às vezes, é mostrar produtos similares. Use a análise histórica de cesta para identificar mercadorias complementares. Você também pode identificar itens complementares analisando os caminhos dos clientes antes de comprar. Os comerciantes com um pequeno número de SKUs, no entanto, provavelmente conhecem os produtos complementares instintivamente.

4. Afine a segmentação. Quanto mais personalizado for um email, melhor será a conexão entre sua marca e o destinatário. Segmentar e-mails com base em (i) hábitos de consumo, (ii) produtos visualizados ou comprados e (iii) interação geral com sua marca, como visitas ao site e abertura de e-mail. Considere adquirir dados de terceiros para segmentar melhor. Isso pode incluir informações demográficas prontamente disponíveis, como idade, sexo, renda familiar, localização geográfica e estado civil. Informações psicográficas – como valores, opiniões e personalidade – são frequentemente mais caras e não tão precisas, na minha experiência.

5. Trate os clientes fiéis de maneira diferente. Trate os clientes leais e fiéis de maneira diferente dos outros. Os clientes repetidos não apenas geram lucros, mas também são provavelmente bons embaixadores da marca. Oferecer a esses clientes ofertas especiais e até mesmo produtos exclusivos pode mantê-los felizes. Os clientes repetitivos são frequentemente quantificados pelo seu valor de tempo de vida. Embora seja útil, essa métrica favorece os clientes com mais tempo de serviço. Usando a modelagem preditiva, você pode antecipar possíveis clientes de alto valor com base no comportamento histórico dos outros. Em seguida, envie um e-mail a esses clientes em potencial para explicar os benefícios de ingressar no clube de fidelidade

6. Segmentar visitantes que abandonam carrinhos de compras. A questão não é se você deve enviar e-mails para visitantes que abandonam o carrinho, mas quando. Você envia o e-mail imediatamente, algumas horas depois, no dia seguinte ou talvez em alguns dias? A maioria das pesquisas favorece e-mails imediatos. Mas você deve testar qual apresenta o melhor desempenho para o seu site de comércio eletrônico.

Depois de identificar o tempo ideal, o próximo passo é identificar o motivo do abandono. Uma pesquisa rápida poderia entrar em jogo. Considere enviar um email perguntando por que – com uma única pergunta de múltipla escolha. Dependendo da resposta, você pode salvar a venda oferecendo uma solução. Por exemplo, se os custos de envio forem muito altos, forneça um desconto de remessa única. A margem de lucro temporariamente reduzida vale a pena produzir um cliente fiel.

7. Envie e-mails pós-compra. Algumas empresas incluem cupons em e-mails pós-compra. Outros simplesmente solicitam uma revisão do produto. Independentemente disso, depois que alguém recebe um produto, é um bom momento para solicitar feedback, vender itens complementares ou simplesmente interagir com o cliente. Por que não fazer tudo? Só não se esqueça de pedir uma coisa de cada vez!

8. Volte a envolver os visitantes. A parte mais difícil do trabalho de um profissional de marketing pode ser convencer os visitantes a voltarem ao site. Estratégias incluindo descontos, perguntando por que eles saíram e corrigindo um problema. Um simples e-mail “sentimos a sua falta” também pode funcionar. A chave é testar cada estratégia. A segmentação de destinatários também pode levar a melhores resultados.

Vale a pena fazer Guest Post?

Será que vale à pena fazer Guest Post? Para donos de blogs e sites é preciso ter boas estratégias para melhorar sua visibilidade no mercado e melhorar o ranking nas plataformas de busca, e o Guest Post é uma das estratégias mais conhecidas para atingir essas finalidades.

 

É normal, porém, que ainda existam dúvidas sobre a sua efetividade, especialmente com os iniciantes. Por isso, acompanhe esse artigo e saiba se vale a pena fazer Guest Post e como aderir a essa estratégia de marketing.

Quando devo fazer Guest Post?

Qual seria o melhor momento para recorrer ao Guest Post como estratégia para o seu website e começar a parceria com uma possível rede de blogueiros?

 

O ideal é começar a elaborar Guest Post no início das publicações de seu site, mas se esse não for seu caso, não se preocupe: nunca é tarde para começar! O primeiro passo é contatar pessoas ou empresas que publiquem em seus blogs conteúdos relacionados ao seu nicho de atuação no mercado, mas que não sejam concorrentes de sua marca. Desse modo, é possível trabalhar uma parceria que será completa para ambos os lados, sem que haja competições.

 

Os resultados que se busca alcançar a partir da utilização da estratégia do Guest Post são:

  • Ter a oportunidade de conseguir um bom posicionamento e autoridade nas plataformas de busca;
  • Aumentar a visibilidade e tráfego do seu website;
  • Construir backlinks apontados para sua página principal.

Ou seja: são resultados essenciais para o crescimento do seu negócio no mundo virtual. Por isso é importante que o conteúdo elaborado seja de qualidade e que ‘converse’ com o conteúdo do blog onde será publicado, a fim de se mostrar relevante tanto para os bots quanto para os leitores da página. Vale lembrar que esses leitores, se gostarem do seu conteúdo, com certeza irão querer conhecer sua página, seu trabalho, e possivelmente se tornarão, em algum momento, seus clientes.  

 

Também ofereça a seus contatos a oportunidade de colaborar com os seus blogs quando possível, pois a troca é importante. Não é sempre que conseguimos contatos que não pedem nada em troca, não é mesmo?

Vale a pena aderir ao Guest Post?

Como podemos observar, o Guest Post é uma excelente estratégia de marketing que, se bem utilizada, proporciona ótimos benefícios ao seu website. É uma das maneiras mais fáceis de ajudar a melhorar a autoridade e visibilidade de sua empresa no mercado.

Essa estratégia é ótima para melhorar o reconhecimento profissional e faz com que aumente o contato com clientes em potencial, além de criar uma excelente rede de networking.

 

Com o Guest Post é possível construir uma autoridade em quaisquer segmentos, até mesmo para redatores, pois o hábito de estar sempre escrevendo para diversos blogs ajuda a expandir o conhecimento, melhorar a escrita e ainda conseguir novos clientes.

Os recursos proporcionados pela elaboração de Guest Post ajuda a acelerar a autoridade percebida pelas plataformas de mecanismo de busca, como mencionamos anteriormente, e destaca a relevância do conteúdo produzido, quando o mesmo é otimizado com técnicas simples de SEO.

 

Usar essa estratégia é benéfica para ambos os lados, só é preciso evitar fazer links sempre apontados para os mesmos blogs. Portanto, acho que você concorda comigo que fazer Guest Post vale a pena e pode ser uma estratégia muito poderosa, se bem utilizada.