CategoryBlog

Dicas sobre assuntos gerais.

Conheça os benefícios de morar numa cidade pequena

A maioria das pessoas acredita que é necessário morar na capital ou em uma cidade maior para ter uma qualidade de vida melhor, porém elas pensam isso porque não conhecem os benefícios de morar numa cidade pequena.

As cidades maiores possuem mais opções de trabalho e de educação, mas morando no interior você encontrará paz e tranquilidade que são duas coisas que não se encontram em uma cidade grande.

Além disso, você terá um custo de vida muito menor e você irá conseguir viver com um pouco mais de um salário mínimo. Quer conhecer outros benefícios? Então observe abaixo.

Os principais benefícios de morar numa cidade pequena

Após conhecer os benefícios de morar em uma cidade menor com certeza você irá rever os seus conceitos e poderá pensar na possibilidade de se mudar.

A vida na cidade pequena é menos agitada

Quem não gosta da diversão e da agitação da cidade grande, uma alternativa é morar no interior onde a vida da cidade pequena é mais calma. A agitação nessas cidades é menor do que na capital ou em cidades da região metropolitana.

No entanto, não significa que você vai ficar totalmente sem diversão, geralmente as cidades pequenas fazem festas tradicionais e você, ao conhecer novos amigos poderá ser convidado para churrascos ou aniversários.

Maiores chances de se destacar no trabalho

Um dos principais benefícios de morar numa cidade pequena é que você terá menos concorrência nas vagas de emprego, o que pode ser interessante para quem deseja se recolocar no mercado de trabalho.

Além disso, trabalhando nos escritórios você se prepara melhor para seguir em outra carreira, já que não terá o estresse da cidade grande para enfrentar. No entanto, é preciso ter planejamento e dedicação para enfrentar qualquer desafio.

Menos tempo no trânsito

O trânsito caótico brasileiro atrapalha bastante quem vai trabalhar ou voltar para casa, muitas vezes o congestionamento é tão grande que o motorista desliga o carro para fazer um pequeno percurso.

Ao morar em uma cidade pequena você não enfrentará esse problema todos os dias, já que a população é menor e consequentemente a circulação de veículos é muito pequena. No entanto, pode ser que tenha um trânsito leve, mas nada comparado ao da capital.

Mais segurança

Diferente das grandes metrópoles, as cidades pequenas são mais seguras, geralmente os assaltos e outros crimes acontecem com menos frequência.  Assim você pode caminhar pela cidade sem se preocupar com o medo de ser assaltado ou roubado.

casa com gramado

Contato com a natureza

Se você é uma pessoa apaixonada pela natureza, com certeza irá adorar morar em uma cidade menor.  Como ela é menor, é provável que a natureza esteja preservada, assim você terá contato com mais áreas verdes, podendo até fazer um acampamento. Nas cidades metropolitanas, as pessoas não conseguem ter esse benefício.

Menos poluição e mais saúde

Se você quiser preservar a sua saúde, a cidade do interior pode ajudar bastante, como elas não possuem grandes fábricas e circulação imensa de veículos, a poluição do ar é menor, contribuindo assim na sua qualidade de vida longe dos problemas causados pela poluição.

Gostou deste artigo? Morar em uma cidade pequena não é tão ruim como as pessoas imaginam. Você observou acima alguns benefícios e agora já pode refletir como deseja passar os próximos anos da sua vida, ou ainda, aonde deseja acompanhar o crescimento dos seus filhos. Procure por uma imobiliária em Fazenda Rio Grande e veja todas as opções de imóveis disponíveis.

Como revitalizar uma casa antiga em 5 passos

Você é proprietário de alguma casa antiga e gostaria de transformá-la completamente para ficar com uma aparência moderna e elegante? Para fazer isso, é preciso aprender como revitalizar uma casa antiga só assim será possível deixá-la com outra cara.

A maioria das pessoas que deseja reformar a sua casa não sabe por onde começar, por isso acaba atrasando uma reforma que poderia ser bem rápida. Se este também é o seu problema, não se preocupe porque aqui você verá em 5 passos como fazer para deixar uma casa antiga com um aspecto mais jovem e moderno.

Aprenda como revitalizar uma casa antiga

Seguindo os passos abaixo você aprenderá como deixar a sua casa antiga com uma aparência mais moderna e contemporânea, observe o que é necessário fazer:

Comece por dentro

Quem vai reformar uma casa antiga com um orçamento limitado deve ter em mente que podem surgir gastos inesperados, que obrigam o proprietário da residência a cortar os itens menos importantes.

Por esse motivo, comece a reforma primeiramente pelos cômodos que estão precisando de mais atenção. Dessa forma, se não sobrar dinheiro para reformar a parte externa da casa, pelo menos o seu interior estará confortável para você.

Na maioria das vezes, a cozinha e o banheiro da residência são os locais que mais precisam de reparos, por exemplo, troca de azulejos, troca da pia, instalação de box, entre outros.

Por isso, comece a reforma primeiramente pela a parte interna, assim a sua única preocupação será apenas fazer a pintura da fachada para que ela fique bonita e moderna para o imóvel.

Troque os pisos da casa

A revitalização de uma casa antiga envolve várias etapas, uma delas é a troca do piso que se desgasta ao longo dos anos. Ele provavelmente irá atrapalhar a estética da residência, podendo descolar, quebrar ou provocar algum acidente.

A troca do piso antigo é uma das melhores maneiras de deixar o seu imóvel modernizado e não precisa gastar muito para trocá-lo. No mercado existem diversos tipos de pisos com aparência bonita e versátil, o preço do m² pode custar em média R$ 50 dependendo do piso.

Para as pessoas que gostam de uma aparência moderna e industrial, os pisos de cimento queimado estão em alta no momento e são baratos, você pode utilizar na sua sala ou nas áreas externas.

Reaproveite o que você tem na residência

Observe se as portas e janelas da sua casa antiga podem ser reaproveitadas, elas podem ficar bem charmosas se você aplicar uma tinta e trocar as fechaduras velhas por trincos.

Além de manter o estilo retrô, o proprietário da residência estará economizando bastante.  Além disso, as luminárias também podem ser reaproveitadas e mantidas como acessórios para o quintal ou jardim.

Cuidado com a estrutura da casa

Se a estrutura da sua casa está em perfeitas condições, evite fazer alguma mudança que possa danificá-la. Antes de começar a quebrar a parede pergunte a algum profissional qual é o procedimento mais seguro.

Além disso, se você pretende derrubar alguma parede ou fazer a troca do forro, é necessário fazer um projeto bem elaborado para evitar que a sustentação da casa seja comprometida.

Outra opção seria reformar as paredes velhas ao invés de derrubá-las, para fazer isso, lixe e pinte a parede para que ela fique nova e moderna novamente.

casa antiga reformada

Use itens mais modernos

A estrutura de uma residência antiga possui bastante personalidade, mas você pode deixá-la ainda melhor se juntar o estilo clássico com o contemporâneo. Por exemplo, invista em móveis com uma aparência moderna para criar um contraste diferenciado.

Outra maneira é usar papel de parede para deixar o ambiente com um toque mais aconchegante, você pode usá-lo no quarto ou na sala. Além disso, quadros, plantas e objetos de decoração também contribuem bastante na modernização da casa. E ainda, tenha cuidado com a iluminação porque ela pode não combinar com a aparência da casa antiga.

Gostou deste artigo? Com estas dicas, agora você já sabe como revitalizar uma casa antiga para deixá-la com uma aparência mais contemporânea. No entanto, se estiver com alguma dificuldade ou não sabe por onde começar, procure uma construtora em Curitiba e deixe que ela execute todo o projeto e a reforma dos ambientes que você deseja modernizar e não se preocupe com mais nada. E se você quer ler mais sobre o assunto, acesse outras dicas de como modernizar construções antigas.

8 maneiras de incrementar a brincadeira de boneca

Poder passar um tempo junto com as crianças e brincar à vontade, é um dos melhores momentos para a família se divertir. E se você deseja inovar e deixar a brincadeira ainda mais divertida, vamos apresentar hoje 8 maneiras de incrementar a brincadeira de boneca.

Não há dúvidas de que qualquer brincadeira pode ajudar as crianças a terem um desenvolvimento melhor e isso já foi comprovado por diferentes pesquisas e estudos realizados por profissionais da área infantil.

Desse modo, é de grande importância que você separe um tempo para poder brincar com as crianças que estão perto de você. Vamos conferir agora algumas dicas para você conseguir deixar a brincadeira de boneca ainda mais divertida.

Você sabe como brincar de boneca?

Uma das melhores brincadeiras para aguçar o imaginário das crianças, é a brincadeira de boneca.

Além delas conseguirem utilizar a imaginação para criar novas formas de brincar, se distrair e principalmente, se divertir, você pode perceber bem como na verdade, elas estão repetindo o dia a dia daquilo que elas vivem em casa.

E para ajudar nessa brincadeira, confira algumas formas de deixar mais divertido e poder aproveitar melhor esse tempo com as crianças.

  • Utilize cenários

Tudo bem que nós acabamos de falar sobre como as brincadeiras despertam o imaginário, mas uma ajudinha é sempre bem-vinda, certo?

Por isso, utilize você também a sua imaginação e busque alguns elementos para compor um cenário para brincar com as bonecas. Pode ser uma casinha, escolinha ou mesmo uma floresta encantada, que irá deixar tudo mais interessante para as crianças explorarem.

  • Escolha um parque para passear

É sempre uma delícia poder tirar as crianças de casa e deixar elas explorarem o ambiente externo. E que tal, se pudessem levar o seu bebê para passear.

Quem sabe, dá até para planejar um belo piquenique e aproveitar um tempinho ao ar livre. Assim, todos ganham ao desfrutar de ótimos momentos fora de casa saindo da rotina.

  • Chá com bonecas

E por falar em piquenique, se o dia estiver chuvoso ou mesmo se quiser aproveitar melhor o conforto de casa, convide todas as bonecas para um delicioso piquenique ou chá da tarde.

Se a sua filha tiver outras amiguinhas por perto ou que deseje convidar para brincar em casa, tudo irá se transformar em uma grande festa e deixar o chá da tarde ainda mais especial com outras crianças e bonecas.

gemeos no parque

  • Um desfile ousado

Crie roupas customizadas e brinque de trocar e arrumar as bonecas. Dependendo da quantidade de modelos que estiverem disponíveis, você pode até mesmo preparar um belo desfile de moda, com as roupas mais lindas que o bebê tiver.

  • Faça um acampamento

Ainda na ideia de aproveitar ao máximo o espaço externo, as crianças adoram acampar e essa pode ser uma oportunidade excelente para brincar de boneca e ao mesmo tempo, aproveitar o ambiente ao ar livre.

Para ter algo diferente e incrementar a brincadeira de boneca, você pode ajudar as crianças a construírem uma barraca ou um pequeno acampamento para todos ficarem bem protegidos.

  • Cuidados de um médico

Além da famosa brincadeira de casinha, a brincadeira de médico também é excelente, e independe da idade da criança.

Você pode ajudar ela a realizar alguns cuidados básicos com o seu bebê, como se ela mesma fosse uma médica que está cuidando dos seus pacientes. Isso ajuda muito a tranquilizar a criança na hora de visitar um médico de verdade.

  • Tenha acessórios para brincar com as bonecas

O visual é tão importante como o imaginário para as crianças. Por isso, você pode comprar uma cesta de frutas e brincar de casinha ou ainda, um kit para o supermercado e brincar de fazer compras. A brincadeira vai rolar solta e vocês vão aproveitar muito.

  • Transforme as suas bonecas

Uma das atitudes mais comuns em qualquer criança é simplesmente cansar ou enjoar de um determinado brinquedo.

Se isso acontecer com sua filha ou outra criança próxima, uma excelente opção é incrementar e dar um novo visual para os brinquedos antigos.

Você sabia que é possível transformar uma boneca comum em uma boneca reborn? Com alguns passos simples e material apropriado, você consegue fazer com que uma boneca antiga se pareça com um bebê de verdade.

Gostou deste artigo? Cada uma dessas dicas vão ajudar você a incrementar a brincadeira de boneca e passar excelentes momentos junto com as crianças.

É necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado? Saiba mais

É necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado? Essa dúvida é muito comum entre os consumidores, porque esta relacionado ao tempo de duração do gás deste aparelho.

Assim como qualquer outro aparelho, ele também pode perder o gás responsável pela refrigeração de forma natural conforme o seu envelhecimento.

E para continuar funcionando perfeitamente é preciso adicionar gás novamente no seu compartimento, quando for necessária uma reposição.

Quando é necessário repor o gás do ar-condicionado?

Para saber quando é necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado você precisa levar em consideração dois pontos que são importantes: Se é preciso substituí-lo ou somente fazer uma recarga de gás no aparelho.

A capacidade do gás do aparelho tem relação com as funções de aquecimento e resfriamento, de acordo com a escolha do usuário.  Sendo assim, quando o aparelho não proporciona o resfriamento esperado, provavelmente pode ser devido a falta de gás, que pode ser resolvido repondo o fluído refrigerante novamente.

Além disso, pode ser que o sistema esteja desgastado, neste caso, é recomendado fazer a troca dos seus componentes, incluindo a troca do gás do ar-condicionado.

Quem pode repor o gás do ar-condicionado?

Apenas um técnico especializado em manutenção de ar-condicionado pode fazer a reposição do gás do aparelho. Se o seu ar-condicionado ainda está dentro do prazo da garantia você precisa chamar o suporte técnico para resolver esse problema.

No entanto, se a instalação do aparelho foi realizada por um técnico autônomo, é preciso chamar novamente este profissional ou procurar outro para repor o gás.

O que pode provocar a falta de gás nos aparelhos de ar-condicionado?

Alguns fatores como o tempo de uso do aparelho e folgas no cano de cobre provocam a perda do gás refrigerante. Além disso, o vazamento é um dos principais responsáveis pela falta de resfriamento deste aparelho.  

Geralmente quando o aparelho está com esse problema, pode acontecer de não ligar ou ficar se desligando sozinho.  A falta de gás nos aparelhos não é comum, ela acontece geralmente por erros causados durante a instalação. O gás refrigerante também não tem prazo de validade.

Após o vazamento ser encontrado e solucionado,  o técnico irá repor o gás do aparelho para que ele volte a funcionar perfeitamente.

sala de conferencia com ar-condicionado

Cuidados com o seu ar-condicionado

Este aparelho proporciona conforto térmico tanto para resfriar quanto para aquecer e é indispensável em alguns ambientes como quartos e salas que possuem onde a temperatura é muito alta.  No entanto, para que o ar-condicionado tenha um bom funcionamento e não prejudique a saúde de ninguém é necessário que ele passe por manutenções periódicas.

Para fazer isso corretamente você precisa ler o manual do aparelho para saber os prazos indicados para fazer a troca das peças, além do período correto para fazer a manutenção.

Essa manutenção é fundamental para evitar que aparelho provoque alguns problemas de saúde como:

  • Resfriados e doenças respiratórias
  • Irritação na garganta, tosses ou alergias
  • Bronquite
  • Sangramento nasal

Gostou deste artigo? Além de repor o gás do ar-condicionado quando ele não estiver resfriando corretamente, também é necessário fazer uma manutenção e limpeza periódica nos filtros do aparelho para que o mesmo promova um ar mais fresco e limpo.

Os Impactos do Mundo Corporativo no Meio Ambiente

As empresas e o meio ambiente

A preocupação com o meio ambiente é um assunto que sempre está em alta, e com razão.

Atualmente, o crescimento acelerado não só da população, mas também do mundo corporativo e das indústrias, tem impactado grandemente o meio ambiente e a natureza.

O aumento do empreendedorismo tem sim suas vantagens para pessoas e para o país, porém, é preciso se atentar para questões ambientais para que os benefícios se estendam para o mundo e para o ambiente.

A quantidade de resíduos advindos de indústrias e empresas com uma alta produção, podem ser fatais em questão de poluição de ar, de água e de outros fatores importantes na natureza.

Ao explorar elementos naturais e despejar resíduos no ambiente sem conscientização, a própria empresa está se prejudicando a longo prazo.

Afinal, não adianta construir um império e destruir o meio em que ele deve se desenvolver.

Os benefícios de ser uma corporação consciente e sustentável são muito atraentes para a natureza, e também para o bolso dos empresários e empreendedores.

A importância da conscientização da equipe

Ao agregar uma conscientização ambiental em uma empresa, toda a equipe precisa passar por esse processo.

Afinal, a equipe é o coração de um negócio, e precisa estar alinhada com os princípios adotados pela corporação.

Realizar palestras, projetos e estratégias sustentáveis dentro da empresa, ajudará com que os impactos gerados por ela sejam amenizados.

Com isso, é possível até mesmo melhorar a qualidade de vida dos funcionários.

Essas atitudes geram boas práticas dentro do seu negócio, além de melhorar o bem-estar e, consequentemente, o desempenho de sua equipe no trabalho.

Os esforços que atraem as mudanças

Antes de tudo, é importante que a empresa se empenhe em adotar estratégias e métodos para conhecer o seu impacto real e particular no meio ambiente.

Quantos poluentes o seu negócio tem jogado na natureza? Quais os resíduos gerados? Qual a taxa de emissão de gases nocivos? Quanto material sua empresa tem jogado fora que poderia ser reciclado?

Todas essas e outras questões precisam ser levantadas. Para isso, é preciso apostar em uma gestão ambiental na corporação, com profissionais que possam ser assertivos e eficientes no diagnóstico.

E não pense que isso será mais um gasto para sua empresa, pois esse é um dos melhores investimentos para ser aplicado em seu negócio, com possibilidades de grandes retornos!

Toda essa questão precisa ser analisada e, após isso, traçar estratégias de sucesso para transformar todo o impacto negativo em algo positivo para o negócio e para o meio ambiente.

Benefícios de ser uma empresa sustentável

 

As práticas sustentáveis dentro de seu negócio podem trazer excelentes retornos ambientais e financeiros, além de agregar valor para sua marca.

Os clientes atualmente estão muito mais ligados nas questões de conscientização. O crescimento do público que deixa de adquirir um produto por ir contra suas ideologias tem sido alarmante.

Muitas pessoas tem trocado até mesmo suas marcas favoritas, por outras que carreguem uma mensagem mais consciente.

Um exemplo disso é o aparecimento de versões veganas, naturais, sem elementos químicos e sem testes em animais, tanto de marcas novas no mercado quanto de marca que estão abandonando essas práticas.

Com isso, podemos ver no meio corporativo o surgimento de muitos certificados com selos de qualidade, que precisam de uma série de aprovações por instituições autorizadas.

Apesar de todo o investimento para conseguir essas certificações, o resultado com a agregação de valor desses selos tem sido recompensador para grandes empresas.

Ou seja, é possível ajudar o meio ambiente e ainda colher frutos disso em forma de lucro e qualidade de vida em sua empresa.

Além disso, existem outras diversas formas de diminuir gastos através de estratégias sustentáveis.

Por isso, vale muito a pena saber mais sobre quais são essas opções de redução de custos de forma sustentável, diminuindo o impacto ao meio ambiente de sua empresa e conquistando seu público cada vez mais!

Se você gostou do artigo e quer continuar por dentro de dicas valiosas para sua carreira, continue acompanhando o blog do nosso parceiro Cadastro Empresa!

Dicas de Decoração para escritórios em casa

Se você quer um bom local para trabalhar, ou simplesmente ter um bom local para estudos, leitura, ou escrita, seu escritório em casa é um lugar que deve inspirar o fluxo de criatividade e permitir que você comece a trabalhar.

Mas muitas vezes, não é o caso.

Na verdade, ter escritório em casa podem ser os espaços mais negligenciados em nossas casas.

Ambientes confusos e hostis para inspiração, levando-nos a trabalhar em qualquer lugar, exceto no escritório real, como o sofá, ou cozinha, ou cama.

Para te ajudar a criar e atualizar o seu escritório com um espaço inspirador, nós decidimos criar este artigo para te ajudar a melhorar seu espaço de escritório e assim, aumentar sua produtividade e seu processo criativo.

Pense chique

Seu espaço deve inspirá-lo e refletir sua personalidade única.

Por isso, não tenha medo de fazer tudo. Se você quer decorar, procure projetar um espaço que estivesse na moda, funcional e refletido na sua personalidade.

O painel de madeira mantém o espaço organizado, servindo como uma unidade de armazenamento para produtos de beleza e bancada para material de escritório.

Adicione plantas decorativas

Ter um pouco de vida para o teu escritório, fará com que você trabalhe melhor e por muito mais tempo.

Uma planta adorável é dito para ajudar a mantê—lo se sentindo calmo e limpar o ar, além de ser excelente para decoração e tornar seu espaço muito mais agradável.

Eu gosto de uma planta ou de uma planta. Ambos parecem adoráveis, são bons para limpar o ar, e são de baixa manutenção.

Faça sua obra de arte

Decorem com imagens que falam convosco.

Mesmo que estejas a acumular números o dia todo. Faça do seu escritório, uma verdadeira arte vibrante para energizar o seu espaço e fazê-lo sentir-se motivado.

Tenha um bom piso

Muitos não pensam nisso, mas o piso faz toda a diferença para sua criatividade.

Você pode colocar o seu espaço com um tapete de área colorida, para o interesse visual e suave absorção de som.

Mas também pode fazer um tapete cinzento neutro com esta combinação de cores.

Outra boa alternativa é ter um piso de porcelanato líquido. Este tipo de piso é realmente resistente e embeleza a área, dando um ar de sofisticação sem igual.

Tenha uma galeria

Você pode organizá-los no chão primeiro, movendo as impressões ao redor até que você alcançar o olhar harmonioso que você quer.

Use tiras removíveis (ou papeis de parede) para manter as suas personalidade. Isto permite a flexibilidade de mudar o aspecto da parede, caso queira no futuro.

 

Espero que tenha gostado do artigo. Aproveite e compartilhe com seus amigos pelo WhatsApp ou em outra mídia social que desejar. Assim, você ajuda a tornar o Portal de Cunha melhor e mais atualizado!

Dicas matadoras para começar a trabalhar com sublimação em casa

Estampar camisetas, canetas e outros materiais tem sido uma das maneiras encontradas por diversas pessoas para driblar a crise. E nesse caso, dicas de sublimação são sempre bem-vindas.

Se você deseja investir em uma empresa de sublimação, mas não sabe como começar esse negócio, precisa ler esse artigo. Abaixo você confere algumas dicas fundamentais para começar nesse ramo, sem ficar perdido e lucrar.

 

Impressora para sublimação

Você deve escolher uma impressora para sublimação que tenha um sistema para abastecer a tinta. Há várias marcas que trabalham com esse tipo de impressora. Dessa forma, ficará mais fácil trabalhar e você vai poupar tempo.

Também é importante ter um computador com uma boa internet. Se possível, destine um espaço da sua casa apenas para colocar os seus equipamentos de sublimação.

Deixando tudo mais organizado, ficará mais fácil e ágil trabalhar. Caso você queira trabalhar no ramo e não conheça bem as técnicas, pode fazer um curso. Se não tiver um na sua cidade, você pode fazer um pela internet.

Há vários treinamentos disponíveis que ensinam o passo a passo de como trabalhar com sublimação. Tenha foco e não aprenda com qualquer um. É importante conhecer todas as técnicas para que você faça um serviço de qualidade.

 

Papel sublimático

Para fazer seus produtos personalizados você deve usar o papel sublimático. Esse papel facilita a transferência da tinta sublimático para o produto. Isso acontece por causa do tratamento recebido que evita que o papel absorva a tinta. Com a temperatura alta de prensa, ele transfere a tinta para o produto.

No mercado há vários tipos de papéis sublimáticos, desde os mais baratos até os mais caros. Se você deseja fabricar produtos de qualidade, indico que você invista em papéis de alta qualidade.

Esses são os tipos de papel que você pode usar para sublimação:

  • Papel fundo azul (o mais conhecido e usado);
  • Papel branco resinado;
  • Papel fundo rosa;
  • Papel fundo amarelo;
  • Papel Matte;

 Dicas matadoras para começar a trabalhar com sublimação em casa

Tinta sublimática

Para que as suas estampas sejam de qualidade, você deve usar uma tinta sublimática para fazer seus produtos. Essa tinta é a base de água, usada para transferência em produtos que tenham poliéster em seu tratamento ou composição.

Escolha sempre tintas de boa qualidade ou tintas originais da impressora que você vai usar para sublimação. Lembre-se: o barato pode acabar saindo caro. Pense nisso e invista em produtos bons.

Vale ressaltar que não há como fazer sublimação com tinta corante, que é usada para impressão de fotografias. Também não é possível sublimar com tinta pigmentada, aquela tinta padrão que vem nas impressoras.

A qualidade das tintas também vai influenciar na qualidade dos seus produtos que você vai personalizar para seus clientes. Invista em qualidade para que seus clientes gostem do seu trabalho.

 

Produtos que você pode trabalhar para fazer sublimação

Ao contrário do que muitos pensam, a sublimação não serve apenas para camisetas e tecidos. Você pode trabalhar com diversos produtos para sublimação, como por exemplo:

  • Azulejos
  • Chinelos
  • Canecas de porcelana
  • Pedras
  • Almofadas
  • Metais
  • Mouse pad
  • Eco bags
  • Body para bebês
  • Cases para celular
  • E diversos outros produtos

 

Como vender seus produtos?

Você pode vender seus produtos de várias formas. A melhor dela é através de brindes empresariais. Muitas empresas fazem produtos personalizados para presentear seus colaboradores e clientes.

Você também pode ter uma loja virtual e disponibilizar seus produtos para vender por meio do site. Há várias plataformas que permitem que você faça um site do 0 sem precisar pagar nada.

Se preferir, você também pode investir em lojas físicas, supermercados, boca a boca ou divulgar nas redes sociais. Isso é com você. Use sua criatividade e não tenha medo de começar um novo negócio.

 

Seguindo as nossas dicas de sublimação, você terá como fabricar produtos com mais qualidade e com menos desperdício. Boa sorte!

10 dicas para aumentar os níveis de testosterona

O hormônio testosterona tem um papel muito importante no aumento da massa muscular durante o exercício. Por mais que algumas pessoas optem por utilizar anabolizantes para aumentar a produção desse hormônio, os mesmos podem causar esterilidade, causar insuficiência renal e taquicardia.

Algumas das razões pelas quais os níveis desse hormônio diminuem são: idade, estresse, treinamento intensivo, abuso de drogas, etc. Além disso, algumas doenças diminuem os níveis de testosterona e causam perda de força e massa muscular. Como esse é um hormônio sexual masculino, quando os níveis do mesmo diminui, é comum a procura por produtos, como o gel macho macho.

Mas, se você quiser um corpo dez e bom desempenho sexual, propomos soluções naturais para aumentar os níveis de testosterona sem comprometer sua saúde.

Como aumentar os níveis de testosterona

  1. Equilibre o consumo de proteína. Proteínas contêm os aminoácidos que constroem o músculo. Dietas ricas em proteínas estimulam a síntese do hormônio glucagon, que intervém nos processos catabólicos liberando quantidades moderadas do hormônio testosterona.
  2. Escolha frutas e legumes como carboidratos. Evite o excesso de carboidratos simpless, como cereais, batatas e massas. Eles causam a liberação de insulina e cortisol, dois hormônios destruidores de músculo que diminuem sua produção e a formação de massa muscular.
  3. Diga sim para gordura saudável. A testosterona é um hormônio esteróide. É feito de colesterol, portanto dietas com baixo teor de gordura inibem sua produção. Para evitar as desvantagens da gordura animal, escolha alimentos com ácidos graxos ômega-3, como o peixe azul (atum, cavala, sardinha, salmão, etc.).
  4. Controle seu tempo nos treinos. Estudos científicos mostraram que o  exercício aumenta os níveis do hormônio masculino. Contanto que você pratique entre 45 a 60 minutos por dia. Depois de uma hora começa a aumentar o nível de cortisol e diminuições de testosterona causando degradação muscular.
  5. Faça entre 5 e 7 refeições por dia. Pequenas refeições frequentes ajudam a normalizar os níveis de cortisol. Eles também permitem que você mantenha um estado anabólico estável para evitar a perda de massa muscular que você alcançou.

Outras dicas:

  1. Relaxe e evite o estresse emocional. Quando os problemas o sobrecarregam, um sistema de alarme é acionado em resposta ao estresse. Hormônios como adrenalina e cortisol parecem proteger o corpo e manter o sistema de alerta. O estresse provoca uma diminuição drástica nos níveis do hormônio precioso. Isso acontece porque o corpo se prepara para economizar a energia que é gasta em funções sexuais e treinamento muscular.
  2. Aumentar a dose de zinco. O zinco é o mineral mais importante para a sua produção. Quando a sua ingestão diminui, é observada uma diminuição entre 65 e 90% do nível de testosterona. Para ajudar a manter os níveis ideais, você deve tomar uma dose constante de 15 a 25 mg por dia de zinco.
  3. Controle a vitamina C. Tem sido observado que baixos níveis de vitamina C aumentam a enzima aromatase. Esta é responsável pela conversão da testosterona em estrogênio. Além disso, ingerir 3 g de vitamina C antes do exercício diminui os níveis de cortisol após o esforço.
  4. Beba muita água. Beber muita água é muito importante para o nosso bem-estar geral. Lembre-se que nascemos com 70% de água no nosso corpo. Recomenda-se beber entre 1,5 e 2 litros por dia.
  5. Complemente sua dieta com maca peruana vermelha e preta. É uma raiz natural que vem do Peru, que consegue elevar os níveis de testosterona de uma maneira espetacular. Chega até a rejuvenescer os desempenhos do homem.

Fossa séptica: o que é e para que ela serve

A fossa séptica também é conhecida como tanque séptico e foi o primeiro método de tratamento de esgoto utilizado no Brasil e até hoje é o mais usado nas regiões que não possuem tratamento de esgoto.

No entanto, muitas pessoas não sabem para que esse equipamento serve. A fossa séptica evita que dejetos humanos sejam jogados diretamente nos rios, lagos ou na superfície do solo, evitando assim a contaminação das águas e mau cheiro no ambiente.

O que é a fossa séptica

Ela é um tipo de cavidade subterrânea que normalmente é feita com alvenaria ou cimento. Neste local fica acumulado o esgoto sólido por determinado tempo até ser totalmente digerido pelas bactérias ou então, coletado pelo caminhão da desentupidora.

A fossa séptica é uma unidade primária de tratamento de esgoto residencial, no qual ela serve para fazer a separação dos dejetos sólidos contidos no esgoto.

Ela é uma alternativa simples para armazenar os dejetos e é muito utilizada na zona rural, residências isoladas e também nas regiões que não possuem rede coletora de esgoto. No entanto, o cuidado com o esgoto não é tão completo como uma estação de tratamento.

Aonde a fossa séptica deve ficar

Esse tipo de unidade de tratamento não deve ficar próximo a residências, já que pode apresentar mau cheiro. Porém, não deve ficar muito longe para que não precise de uma tubulação maior.

Os seus dejetos precisam ser absorvidos pelo solo durante o processo de purificação biológica para eliminar as chances de contaminação. Porém, se a fossa for muito profunda a sua eficiência acaba sendo afetada devido ao caimento da tubulação.

Por esse motivo, é recomendado que ela seja construída na mesma altura do banheiro para evitar curvas na tubulação. A distância ideal é de 6 metros e ela deve ficar em um nível mais abaixo do que o terreno e ficar distante de poços ou de qualquer outra fonte de água, no mínimo 30 metros.

Como é a instalação da fossa séptica

A instalação de uma fossa do tipo pré-moldada começa primeiramente pela a escavação do buraco no terreno que ela será instalada. O fundo do buraco precisa ser nivelado, compactado e coberto por uma camada de concreto de 5 cm.

Para as fossas que são feitas com anéis sobrepostos é preciso uma camada de concreto magro. Além de uma laje de 7 cm de concreto armado vindo diretamente do fundo do buraco.

A tubulação que ligará a rede esgoto da residência até a fossa precisa ter um caimento de no mínimo 2 cm por metro de tubulação. Além disso, o topo do buraco deve ficar em um nível inferior ao da saída da caixa de inspeção.

Como é a caixa de inspeção

Essa caixa precisa ter no mínimo 60 x 60 cm e profundidade de no mínimo 50 cm. A caixa deve ser construída pelo menos há 2 metros de distância da casa, com as seguintes dimensões: 1m x 1m, sendo diâmetro e profundidade de 1 metro.

O seu fundo deve ser compactado e receber uma camada de concreto. As paredes da caixa devem ser feitas com blocos de concreto com 10 cm de largura. Além disso, as paredes e o fundo da caixa precisam ser revestidos com uma argamassa. A cobertura deve ser com uma placa pré-moldada de concreto de 5 cm de espessura.

Como muitas regiões do Brasil não possuem sistema de tratamento de esgoto, a alternativa é instalar uma fossa séptica para armazenar os dejetos humanos. No entanto, é preciso após determinado período, que ela receba uma manutenção para retirar tudo que foi acumulado durante um ano.

agua transbordando no tanque

Porém, sabemos que ao longo deste percurso, os encanamentos em geral podem apresentar vazamentos. E o pior de tudo isso, é quando não conseguimos localizar o vazamento. Quando isso acontece, o melhor a se fazer é chamar uma empresa especializada em caça vazamento em Curitiba. Se você suspeita de algum problema deste tipo na sua residência, solicite um orçamento o quanto antes para não se arrepender depois, principalmente na hora de pagar a conta de água.

MDF x MDP: entenda qual é a diferença

Saiba qual tipo vale mais a pena usar

Todos nos sabemos que a madeira é a matéria-prima mais utilizada na produção de moveis e de revestimentos de interiores.  A madeira começou a ser mais utilizada em grande quantidade no inicio do século XVIII, durante a revolução industrial.

No entanto, devido à produção lenta e o material em escassez foi preciso faze ruma adaptação no setor de produção. Assim foram criados os materiais MDF e MDP.  Esse material além de ter um custo mais acessível ajuda a preservar o  meio  ambiente.

O que é a madeira MDF

A sigla MDF significa a Medium Density Fiberboard, em português é placa de fibra de média densidade.  Esse material é feito com a mistura de fibra da madeira e resinas sintéticas.

Geralmente esse tipo de madeira é utilizado na produção de peças de artesanato, decoração, móveis e também na construção civil. Esse material é comercializado de duas formas: ao natural ou com revestimento. Não é difícil encontrar móveis de MDF de diversos tamanhos e cores.

O que é a madeira MDP

armário de mdp

A sigla MDP significa Medium Density Particleboard, em português é painel de partículas de baixa densidade.  Que se refere a um material de composto por três camadas de madeira, uma grossa no meio e duas partículas finas na superfície.

É comum as pessoas confundirem o MDP com o compensado, mas ele é apenas uma evolução do material, que foi o primeiro tipo de madeira industrializado e comercializado. Se precisar de móveis personalizados, conheça a Lebaron Móveis.

MDF X MDP entenda qual a diferença

A principal diferença entre os tipos de madeira está dentro da sua estrutura interna.  O MDF é um material mais maleável devido a sua composição, que possibilita o manuseio sem estragar o material.

Por isso, é o material mais indicado para a produção de peças de artesanato e fabricação de móveis com acabamentos mais sofisticados, como curvas e contornos.

Já a madeira MDP por conta das suas três camadas, possui uma maior resistência estrutural. Sendo assim, não é tão maleável quanto o MDF esse material é recomendado para superfícies planas como prateleiras, portas, fundos de gaveta e painéis.

Qual material escolher?

Agora que você observou a comparação entre MDF X MDP entenda qual a diferença para saber o escolher o material certo para o seus móveis. Em um planejamento de ambiente é fundamental entender qual o objetivo de cada madeira que será utilizada como também a forma de exposição e a sua composição.

Em uma residência você pode usar mais de um tipo de madeira, mas é preciso avaliar se existe um propositivo estético, sofisticado ou mais funcional que exige esse dois tipos de madeira.

É muito comum quando as pessoas estão criando um projeto de design de interiores surgir à dúvida de qual madeira é melhor para utilizar. Por isso, é importante entender bem sobre cada material para quando for faze um projeto não ter nenhuma dúvida sobre o que utilizar.

Por isso, observe a comparação entre MDF x MDP entenda qual é a diferença entre os dois tipos de materiais e utilize o que melhor se adequar no seu projeto.