AuthorBenjamin Allen

Conheça os benefícios de morar numa cidade pequena

A maioria das pessoas acredita que é necessário morar na capital ou em uma cidade maior para ter uma qualidade de vida melhor, porém elas pensam isso porque não conhecem os benefícios de morar numa cidade pequena.

As cidades maiores possuem mais opções de trabalho e de educação, mas morando no interior você encontrará paz e tranquilidade que são duas coisas que não se encontram em uma cidade grande.

Além disso, você terá um custo de vida muito menor e você irá conseguir viver com um pouco mais de um salário mínimo. Quer conhecer outros benefícios? Então observe abaixo.

Os principais benefícios de morar numa cidade pequena

Após conhecer os benefícios de morar em uma cidade menor com certeza você irá rever os seus conceitos e poderá pensar na possibilidade de se mudar.

A vida na cidade pequena é menos agitada

Quem não gosta da diversão e da agitação da cidade grande, uma alternativa é morar no interior onde a vida da cidade pequena é mais calma. A agitação nessas cidades é menor do que na capital ou em cidades da região metropolitana.

No entanto, não significa que você vai ficar totalmente sem diversão, geralmente as cidades pequenas fazem festas tradicionais e você, ao conhecer novos amigos poderá ser convidado para churrascos ou aniversários.

Maiores chances de se destacar no trabalho

Um dos principais benefícios de morar numa cidade pequena é que você terá menos concorrência nas vagas de emprego, o que pode ser interessante para quem deseja se recolocar no mercado de trabalho.

Além disso, trabalhando nos escritórios você se prepara melhor para seguir em outra carreira, já que não terá o estresse da cidade grande para enfrentar. No entanto, é preciso ter planejamento e dedicação para enfrentar qualquer desafio.

Menos tempo no trânsito

O trânsito caótico brasileiro atrapalha bastante quem vai trabalhar ou voltar para casa, muitas vezes o congestionamento é tão grande que o motorista desliga o carro para fazer um pequeno percurso.

Ao morar em uma cidade pequena você não enfrentará esse problema todos os dias, já que a população é menor e consequentemente a circulação de veículos é muito pequena. No entanto, pode ser que tenha um trânsito leve, mas nada comparado ao da capital.

Mais segurança

Diferente das grandes metrópoles, as cidades pequenas são mais seguras, geralmente os assaltos e outros crimes acontecem com menos frequência.  Assim você pode caminhar pela cidade sem se preocupar com o medo de ser assaltado ou roubado.

casa com gramado

Contato com a natureza

Se você é uma pessoa apaixonada pela natureza, com certeza irá adorar morar em uma cidade menor.  Como ela é menor, é provável que a natureza esteja preservada, assim você terá contato com mais áreas verdes, podendo até fazer um acampamento. Nas cidades metropolitanas, as pessoas não conseguem ter esse benefício.

Menos poluição e mais saúde

Se você quiser preservar a sua saúde, a cidade do interior pode ajudar bastante, como elas não possuem grandes fábricas e circulação imensa de veículos, a poluição do ar é menor, contribuindo assim na sua qualidade de vida longe dos problemas causados pela poluição.

Gostou deste artigo? Morar em uma cidade pequena não é tão ruim como as pessoas imaginam. Você observou acima alguns benefícios e agora já pode refletir como deseja passar os próximos anos da sua vida, ou ainda, aonde deseja acompanhar o crescimento dos seus filhos. Procure por uma imobiliária em Fazenda Rio Grande e veja todas as opções de imóveis disponíveis.

Como derreter a gordura abdominal

A gordura da barriga não é só um problema porque pode parecer pouco estético.

Na verdade, ter muita gordura na área abdominal está fortemente ligada a doenças como diabetes tipo 2 e doença cardíaca.

Por esta razão, a perda de gordura na barriga tem enormes benefícios para a sua saúde e pode ajudá-lo a viver mais tempo.

A gordura da barriga é geralmente estimada medindo a circunferência à volta da cintura. Isso pode ser facilmente feito em casa com uma simples medida de fita.

Qualquer coisa acima de 102 cm nos homens e 88 cm nas mulheres é conhecida como obesidade abdominal.

Se você tem excesso de gordura em torno de sua cintura, então você deve tomar alguns passos para se livrar dele, mesmo se você não está muito acima do peso.

Felizmente, existem algumas estratégias comprovadas que foram mostradas para atingir a gordura na área do ventre mais do que outras áreas do corpo.

Não consuma açúcar e nem refrigerantes

Refrigerante

Adição de açúcar é muito pouco saudável. Estudos mostram que tem efeitos nocivos únicos na saúde do seu metabolismo.

O açúcar é metade glicose, metade frutose, e a frutose só pode ser metabolizada pelo fígado em quantidades significativas.

Quando você come um monte de açúcar adicionado, o fígado fica sobrecarregado com frutose e é forçado a transformá-lo em gordura.

Muitos estudos têm mostrado que o excesso de açúcar, principalmente devido às grandes quantidades de frutose, pode levar a um aumento da acumulação de gordura na barriga e fígado.

Alguns acreditam que este é o principal mecanismo por trás dos efeitos nocivos do açúcar na saúde. Aumenta a gordura da barriga e do fígado, o que leva à resistência à insulina e a uma série de problemas metabólicos.

O consumo excessivo de açúcar pode ser o principal motor do excesso de gordura na barriga e no fígado. Isto aplica-se particularmente às bebidas açucaradas, como os refrigerantes.

Coma mais proteínas

Proteínas

Comer mais proteínas é uma grande estratégia a longo prazo para reduzir a gordura da barriga.  A proteína é o macronutriente mais importante quando se trata de perder peso.

Se a perda de peso é o seu objetivo, então a adição de proteínas é talvez a única alteração mais eficaz que pode fazer à sua dieta.

Há também algumas evidências de que a proteína é particularmente eficaz contra a gordura da barriga.

Por isso, faça um esforço para aumentar a sua ingestão de alimentos ricos em proteínas, tais como ovos inteiros, peixe, marisco, leguminosas, nozes, carne e produtos lácteos. Estas são as melhores fontes de proteínas da dieta.

Comer muita proteína pode aumentar o seu metabolismo e reduzir os níveis de fome, tornando-o uma maneira muito eficaz de emagrecimento.

Vários estudos sugerem que a proteína é particularmente eficaz contra a acumulação de gordura na barriga.

Corte gradualmente os carboidratos

Carboidratos

A restrição de carboidratos é uma maneira muito eficaz de perder gordura.

Isto é apoiado por inúmeros estudos. Quando as pessoas cortam carboidratos, seu apetite diminui e elas perdem peso.

Isso é verdade mesmo quando os grupos de baixo teor carboidratos são autorizados a comer o quanto quiserem, enquanto os grupos de baixo teor de gordura são restritos e famintos.

Dietas de baixo teor de carboidratos também levam a reduções rápidas no peso da água, o que dá às pessoas resultados quase instantâneos. Uma diferença na escala é frequentemente vista em 2 dias.

Há também estudos que comparam dietas de baixo teor de carboidratos e baixo teor de gordura, mostrando que dietas de baixo teor de carboidratos visam especificamente a gordura na barriga, e em torno dos órgãos e fígado.

O que isto significa é que uma proporção particularmente elevada da gordura perdida em uma dieta de baixo teor de carboidratos é o perigoso e a doença que promove a gordura abdominal.

Claro, dietas de baixo teor de carboidratos têm muitos outros benefícios para a saúde além de apenas perda de peso.

Estudos têm mostrado que o corte de carboidratos é particularmente eficaz em se livrar da gordura na área do ventre, em torno dos órgãos e no fígado.

Coma alimentos ricos em fibras

A fibra dietética é principalmente matéria vegetal indigestível.

É frequentemente alegado que comer muita fibra pode ajudar com a perda de peso.

Isso é verdade, mas é importante ter em mente que nem todas as fibras são criadas iguais.

Estas são fibras que ligam a água e formam um gel espesso que “se senta” no intestino.

O que isso implica, é que a fibra solúvel pode ser particularmente eficaz na redução da gordura abdominal nociva.

A melhor maneira de obter mais fibra é comer um monte de alimentos vegetais como vegetais e frutas. As leguminosas também são uma boa fonte, bem como alguns cereais como aveia inteira.

Há algumas evidências de que a fibra alimentar solúvel pode levar a quantidades reduzidas de gordura da barriga. Isso deve causar grandes melhorias na saúde metabólica e reduzir o risco de várias doenças.

Faça exercícios

O exercício é importante por várias razões.

Está entre as melhores coisas que você pode fazer se você quiser viver uma vida longa e saudável e evitar a doença.

Listar todos os incríveis benefícios de exercício para a saúde está além do escopo deste artigo, mas o exercício parece ser eficaz na redução da gordura da barriga.

No entanto, lembre-se que não estou a falar de exercícios abdominais. Dito isto, outros tipos de exercício podem ser muito eficazes.

O exercício aeróbico, como andar, correr, nadar, etc tem sido mostrado para causar grandes reduções na gordura da barriga em numerosos estudos.

O exercício pode ser muito eficaz se você está tentando perder a gordura da barriga. O exercício também tem uma série de outros benefícios para a saúde e pode ajudá-lo a viver uma vida mais longa.

Como revitalizar uma casa antiga em 5 passos

Você é proprietário de alguma casa antiga e gostaria de transformá-la completamente para ficar com uma aparência moderna e elegante? Para fazer isso, é preciso aprender como revitalizar uma casa antiga só assim será possível deixá-la com outra cara.

A maioria das pessoas que deseja reformar a sua casa não sabe por onde começar, por isso acaba atrasando uma reforma que poderia ser bem rápida. Se este também é o seu problema, não se preocupe porque aqui você verá em 5 passos como fazer para deixar uma casa antiga com um aspecto mais jovem e moderno.

Aprenda como revitalizar uma casa antiga

Seguindo os passos abaixo você aprenderá como deixar a sua casa antiga com uma aparência mais moderna e contemporânea, observe o que é necessário fazer:

Comece por dentro

Quem vai reformar uma casa antiga com um orçamento limitado deve ter em mente que podem surgir gastos inesperados, que obrigam o proprietário da residência a cortar os itens menos importantes.

Por esse motivo, comece a reforma primeiramente pelos cômodos que estão precisando de mais atenção. Dessa forma, se não sobrar dinheiro para reformar a parte externa da casa, pelo menos o seu interior estará confortável para você.

Na maioria das vezes, a cozinha e o banheiro da residência são os locais que mais precisam de reparos, por exemplo, troca de azulejos, troca da pia, instalação de box, entre outros.

Por isso, comece a reforma primeiramente pela a parte interna, assim a sua única preocupação será apenas fazer a pintura da fachada para que ela fique bonita e moderna para o imóvel.

Troque os pisos da casa

A revitalização de uma casa antiga envolve várias etapas, uma delas é a troca do piso que se desgasta ao longo dos anos. Ele provavelmente irá atrapalhar a estética da residência, podendo descolar, quebrar ou provocar algum acidente.

A troca do piso antigo é uma das melhores maneiras de deixar o seu imóvel modernizado e não precisa gastar muito para trocá-lo. No mercado existem diversos tipos de pisos com aparência bonita e versátil, o preço do m² pode custar em média R$ 50 dependendo do piso.

Para as pessoas que gostam de uma aparência moderna e industrial, os pisos de cimento queimado estão em alta no momento e são baratos, você pode utilizar na sua sala ou nas áreas externas.

Reaproveite o que você tem na residência

Observe se as portas e janelas da sua casa antiga podem ser reaproveitadas, elas podem ficar bem charmosas se você aplicar uma tinta e trocar as fechaduras velhas por trincos.

Além de manter o estilo retrô, o proprietário da residência estará economizando bastante.  Além disso, as luminárias também podem ser reaproveitadas e mantidas como acessórios para o quintal ou jardim.

Cuidado com a estrutura da casa

Se a estrutura da sua casa está em perfeitas condições, evite fazer alguma mudança que possa danificá-la. Antes de começar a quebrar a parede pergunte a algum profissional qual é o procedimento mais seguro.

Além disso, se você pretende derrubar alguma parede ou fazer a troca do forro, é necessário fazer um projeto bem elaborado para evitar que a sustentação da casa seja comprometida.

Outra opção seria reformar as paredes velhas ao invés de derrubá-las, para fazer isso, lixe e pinte a parede para que ela fique nova e moderna novamente.

casa antiga reformada

Use itens mais modernos

A estrutura de uma residência antiga possui bastante personalidade, mas você pode deixá-la ainda melhor se juntar o estilo clássico com o contemporâneo. Por exemplo, invista em móveis com uma aparência moderna para criar um contraste diferenciado.

Outra maneira é usar papel de parede para deixar o ambiente com um toque mais aconchegante, você pode usá-lo no quarto ou na sala. Além disso, quadros, plantas e objetos de decoração também contribuem bastante na modernização da casa. E ainda, tenha cuidado com a iluminação porque ela pode não combinar com a aparência da casa antiga.

Gostou deste artigo? Com estas dicas, agora você já sabe como revitalizar uma casa antiga para deixá-la com uma aparência mais contemporânea. No entanto, se estiver com alguma dificuldade ou não sabe por onde começar, procure uma construtora em Curitiba e deixe que ela execute todo o projeto e a reforma dos ambientes que você deseja modernizar e não se preocupe com mais nada. E se você quer ler mais sobre o assunto, acesse outras dicas de como modernizar construções antigas.

8 maneiras de incrementar a brincadeira de boneca

Poder passar um tempo junto com as crianças e brincar à vontade, é um dos melhores momentos para a família se divertir. E se você deseja inovar e deixar a brincadeira ainda mais divertida, vamos apresentar hoje 8 maneiras de incrementar a brincadeira de boneca.

Não há dúvidas de que qualquer brincadeira pode ajudar as crianças a terem um desenvolvimento melhor e isso já foi comprovado por diferentes pesquisas e estudos realizados por profissionais da área infantil.

Desse modo, é de grande importância que você separe um tempo para poder brincar com as crianças que estão perto de você. Vamos conferir agora algumas dicas para você conseguir deixar a brincadeira de boneca ainda mais divertida.

Você sabe como brincar de boneca?

Uma das melhores brincadeiras para aguçar o imaginário das crianças, é a brincadeira de boneca.

Além delas conseguirem utilizar a imaginação para criar novas formas de brincar, se distrair e principalmente, se divertir, você pode perceber bem como na verdade, elas estão repetindo o dia a dia daquilo que elas vivem em casa.

E para ajudar nessa brincadeira, confira algumas formas de deixar mais divertido e poder aproveitar melhor esse tempo com as crianças.

  • Utilize cenários

Tudo bem que nós acabamos de falar sobre como as brincadeiras despertam o imaginário, mas uma ajudinha é sempre bem-vinda, certo?

Por isso, utilize você também a sua imaginação e busque alguns elementos para compor um cenário para brincar com as bonecas. Pode ser uma casinha, escolinha ou mesmo uma floresta encantada, que irá deixar tudo mais interessante para as crianças explorarem.

  • Escolha um parque para passear

É sempre uma delícia poder tirar as crianças de casa e deixar elas explorarem o ambiente externo. E que tal, se pudessem levar o seu bebê para passear.

Quem sabe, dá até para planejar um belo piquenique e aproveitar um tempinho ao ar livre. Assim, todos ganham ao desfrutar de ótimos momentos fora de casa saindo da rotina.

  • Chá com bonecas

E por falar em piquenique, se o dia estiver chuvoso ou mesmo se quiser aproveitar melhor o conforto de casa, convide todas as bonecas para um delicioso piquenique ou chá da tarde.

Se a sua filha tiver outras amiguinhas por perto ou que deseje convidar para brincar em casa, tudo irá se transformar em uma grande festa e deixar o chá da tarde ainda mais especial com outras crianças e bonecas.

gemeos no parque

  • Um desfile ousado

Crie roupas customizadas e brinque de trocar e arrumar as bonecas. Dependendo da quantidade de modelos que estiverem disponíveis, você pode até mesmo preparar um belo desfile de moda, com as roupas mais lindas que o bebê tiver.

  • Faça um acampamento

Ainda na ideia de aproveitar ao máximo o espaço externo, as crianças adoram acampar e essa pode ser uma oportunidade excelente para brincar de boneca e ao mesmo tempo, aproveitar o ambiente ao ar livre.

Para ter algo diferente e incrementar a brincadeira de boneca, você pode ajudar as crianças a construírem uma barraca ou um pequeno acampamento para todos ficarem bem protegidos.

  • Cuidados de um médico

Além da famosa brincadeira de casinha, a brincadeira de médico também é excelente, e independe da idade da criança.

Você pode ajudar ela a realizar alguns cuidados básicos com o seu bebê, como se ela mesma fosse uma médica que está cuidando dos seus pacientes. Isso ajuda muito a tranquilizar a criança na hora de visitar um médico de verdade.

  • Tenha acessórios para brincar com as bonecas

O visual é tão importante como o imaginário para as crianças. Por isso, você pode comprar uma cesta de frutas e brincar de casinha ou ainda, um kit para o supermercado e brincar de fazer compras. A brincadeira vai rolar solta e vocês vão aproveitar muito.

  • Transforme as suas bonecas

Uma das atitudes mais comuns em qualquer criança é simplesmente cansar ou enjoar de um determinado brinquedo.

Se isso acontecer com sua filha ou outra criança próxima, uma excelente opção é incrementar e dar um novo visual para os brinquedos antigos.

Você sabia que é possível transformar uma boneca comum em uma boneca reborn? Com alguns passos simples e material apropriado, você consegue fazer com que uma boneca antiga se pareça com um bebê de verdade.

Gostou deste artigo? Cada uma dessas dicas vão ajudar você a incrementar a brincadeira de boneca e passar excelentes momentos junto com as crianças.

O que é direção defensiva? Veja algumas dicas para colocá-la em prática

Na auto escola muito se fala sobre o que é direção defensiva e como colocá-la em prática para evitar acidentes. Provavelmente você não sabe, mas o trânsito brasileiro é um dos que mais provocam mortes ou causam acidentes em todo o mundo.

Segundo estatísticas, o Brasil está em 4º lugar no ranking de mortes provocadas por acidentes de trânsito, ficando atrás somente da China, Nigéria e índia. Para você ter uma ideia, morre mais gente em acidentes do que de câncer. Segundo os dados do Ministério da saúde, foram registrados 43.250 óbitos em 2011 e em 2012 foram 179.000 pessoas feridas no trânsito.

Do número total de mortes causadas por acidentes, 40% das vítimas são pessoas jovens com idade entre 18 a 35 anos. Por esse motivo, dirigir com cuidado é importante para garantir a segurança de todos.

O que é a direção defensiva?

Direção defensiva é a maneira de dirigir da maneira correta, evitando multas e acidentes de trânsito. A melhor maneira de aprender como dirigir dessa forma é observar o Manual de Direção do Denatran.

De acordo com o manual, a direção defensiva é maneira de dirigir que possibilita ao motorista o reconhecimento antecipado de uma situação perigosa, prevendo o que pode acontecer com ele e com os seus passageiros.

É dessa forma que os motoristas evitam acidentes e mortes no trânsito.  A maioria dos acidentes nas estradas brasileiras são causados por falha humana. Por exemplo, pneus desgastados, ultrapassagem em local proibido, excesso de velocidade, bebida com direção, entre outros.

Porque a direção defensiva é importante?

Ela é importante para garantir a segurança de todos, tanto do motorista quanto dos passageiros, porque dirigir defensivamente significa observar todo o trânsito a sua volta, reduzir a velocidade antecipadamente quando necessário, desviar de obstáculos e assim por diante.

O objetivo da direção defensiva é fazer com que as pessoas dirijam com cuidado para prever com antecedência alguma situação e poder tomar a decisão certa.

Dicas para colocar a direção defensiva em prática

Basicamente para colocar em prática essa forma de dirigir você precisa adotar alguns hábitos que são:

Fazer manutenção no seu veículo

Para evitar problemas com o seu carro, faça uma manutenção periódica. Além disso, lembre-se de trocar o óleo para não fundir o motor, verifique também o nível de água no radiador, as lâmpadas e demais luzes de sinalização.

Troque regularmente as palhetas dos limpadores quando elas estiverem desgastadas.

Sempre verificar os pneus

Os pneus do seu veículo devem estar bem calibrados e bem conservados para evitar problemas. Não use pneus carecas ou em péssimas condições. Além disso, não use pneus que não são recomendados pelo fabricante, porque podem estragar as peças do carro ou não garantir a estabilidade.

Verifique as condições dos cintos de segurança

Todos nós sabemos a importância que este acessório tem, porém as pessoas não observam as suas condições de uso.  É importante fazer isso para saber se precisa ser substituído, observe:

  • Se o cinto não possui nenhum corte ou qualquer outro defeito que provoque o rompimento.
  • Observe também se existem dobras que estão impedindo a sua elasticidade.
  • Faça testes no travamento dos cintos para ver se estão funcionando bem.

Use o cinto corretamente

O uso do cinto de segurança é fundamental para garantir a segurança dos passageiros em um acidente.  Para que ele tenha mais eficiência os passageiros precisam usá-lo corretamente, passando o cinto por cima do ombro e também por baixo do abdômen.

Verifique a suspensão do seu veículo

Outro ponto que também precisa ser observado é a suspensão e os amortecedores. A responsabilidade deles é manter a estabilidade do carro. No entanto, quando estão desgastados eles podem provocar o capotamento do veículo, geralmente isso acontece nas curvas ou quando você precisa frear rapidamente.

Observe a direção

Sempre observe a direção do veículo, porque se ela estiver com alguma folga poderá ficar puxando para um lado ou para outro, fazendo com que o motorista perca o controle do carro.

Caso encontre alguma folga ou qualquer outro problema leve o seu veículo para uma oficina para resolver isso o quanto antes.

carro com problema mecanico

Observe os freios  

Os freios se desgastam com o tempo, quanto mais gastos vão ficando, mais irão demorar para executar o comando de frenagem, o que poderá causar um acidente no trânsito. Por esse motivo, é importante que você sempre esteja observando as condições do freio em uma mecânica em Curitiba.

Na direção defensiva, além de estar com a manutenção do carro sempre em dia, você também precisa colocar em prática todas as normas que são importantes para conduzir um veículo com segurança.  Por exemplo, usar cadeirinhas quando for levar crianças, manter a concentração na estrada, não consumir bebidas alcoólicas, entre outros.

É necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado? Saiba mais

É necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado? Essa dúvida é muito comum entre os consumidores, porque esta relacionado ao tempo de duração do gás deste aparelho.

Assim como qualquer outro aparelho, ele também pode perder o gás responsável pela refrigeração de forma natural conforme o seu envelhecimento.

E para continuar funcionando perfeitamente é preciso adicionar gás novamente no seu compartimento, quando for necessária uma reposição.

Quando é necessário repor o gás do ar-condicionado?

Para saber quando é necessário repor o gás dos aparelhos de ar-condicionado você precisa levar em consideração dois pontos que são importantes: Se é preciso substituí-lo ou somente fazer uma recarga de gás no aparelho.

A capacidade do gás do aparelho tem relação com as funções de aquecimento e resfriamento, de acordo com a escolha do usuário.  Sendo assim, quando o aparelho não proporciona o resfriamento esperado, provavelmente pode ser devido a falta de gás, que pode ser resolvido repondo o fluído refrigerante novamente.

Além disso, pode ser que o sistema esteja desgastado, neste caso, é recomendado fazer a troca dos seus componentes, incluindo a troca do gás do ar-condicionado.

Quem pode repor o gás do ar-condicionado?

Apenas um técnico especializado em manutenção de ar-condicionado pode fazer a reposição do gás do aparelho. Se o seu ar-condicionado ainda está dentro do prazo da garantia você precisa chamar o suporte técnico para resolver esse problema.

No entanto, se a instalação do aparelho foi realizada por um técnico autônomo, é preciso chamar novamente este profissional ou procurar outro para repor o gás.

O que pode provocar a falta de gás nos aparelhos de ar-condicionado?

Alguns fatores como o tempo de uso do aparelho e folgas no cano de cobre provocam a perda do gás refrigerante. Além disso, o vazamento é um dos principais responsáveis pela falta de resfriamento deste aparelho.  

Geralmente quando o aparelho está com esse problema, pode acontecer de não ligar ou ficar se desligando sozinho.  A falta de gás nos aparelhos não é comum, ela acontece geralmente por erros causados durante a instalação. O gás refrigerante também não tem prazo de validade.

Após o vazamento ser encontrado e solucionado,  o técnico irá repor o gás do aparelho para que ele volte a funcionar perfeitamente.

sala de conferencia com ar-condicionado

Cuidados com o seu ar-condicionado

Este aparelho proporciona conforto térmico tanto para resfriar quanto para aquecer e é indispensável em alguns ambientes como quartos e salas que possuem onde a temperatura é muito alta.  No entanto, para que o ar-condicionado tenha um bom funcionamento e não prejudique a saúde de ninguém é necessário que ele passe por manutenções periódicas.

Para fazer isso corretamente você precisa ler o manual do aparelho para saber os prazos indicados para fazer a troca das peças, além do período correto para fazer a manutenção.

Essa manutenção é fundamental para evitar que aparelho provoque alguns problemas de saúde como:

  • Resfriados e doenças respiratórias
  • Irritação na garganta, tosses ou alergias
  • Bronquite
  • Sangramento nasal

Gostou deste artigo? Além de repor o gás do ar-condicionado quando ele não estiver resfriando corretamente, também é necessário fazer uma manutenção e limpeza periódica nos filtros do aparelho para que o mesmo promova um ar mais fresco e limpo.

História do SUS

O SUS (Sistema Único de Saúde) é muito utilizado no país e o único critério para utilização dos seus serviços é possuir o Cartão SUS. Este cartão é fornecido para que cada cidadão tenha o seu cadastro na rede de saúde e que o sistema seja ressarcido pelo atendimento prestado, sendo que o número de cadastro no cartão é um registro eletrônico exclusivo nas bases de dados para atendimento em hospitais públicos e privados. Mas, afinal, como surgiu o SUS?

história do SUS

Você sabe como surgiu esse tipo de serviço de saúde? Confira a História do SUS aqui neste artigo.

Como surgiu o sistema de saúde SUS?

A área da saúde no país sempre esteve relacionada com as mudanças político-institucionais e teve consideráveis mudanças nas últimas décadas. Com o processo de redemocratização que ocorreu nos anos 80, o Brasil enfrentou uma crise econômica grave e buscou consolidar-se no processo de expansão de cobertura assistencial que havia sido iniciado nos anos 70, atendendo as exigências da Organização Mundial de Saúde que declarou a “saúde como um direito de todos” nos anos 2000, através do programa “Atenção Primária à Saúde” um dos princípios do SUS.

Nessa mesma época o país inicia o Movimento da Reforma Sanitária, constituído por universitários e profissionais da área de saúde. Logo após, o movimento foi incorporado a outros movimentos na sociedade, como sindicatos populares de saúde e parlamentares. Um movimento iniciado em pleno auge da ditadura militar, que tinha por objetivo uma nova política de saúde democrática, e priorizava a aplicação dos princípios da universalização, descentralização e unificação no setor da saúde.

Após diversas propostas de implantação atendendo aos princípios para uma rede de serviços de atenção primária, em 1976 se deu início ao PIASS (Programa de Interiorização das Ações de Saúde e Saneamento).

Em 1980 o PREV-SAÚDE (Programa Nacional de Serviços Básicos de Saúde) foi criado – mas, nunca funcionou –logo depois, esse plano passou pelo CONASP (Conselho Nacional de Administração de Saúde Previdenciária), já em 1982 com a implementação da política nas Ações Integradas de Saúde (AIS), houve um grande passo para o processo de descentralização da saúde.

Apenas em 1986 foi realizada a 8ª Conferência Nacional de saúde que consagrou os princípios do Movimento de Reforma Sanitária. No ano de 1987 foi implantado o SUDS (Sistema Descentralizado de Saúde) com as diretrizes de universalização e equidade diante do acesso de serviços, integralidade de cuidados, regionalização do serviço de saúde e distritos sanitários implementados, desenvolvimento de instituição gestora e política dos recursos humanos, além da descentralização de ações voltadas à saúde.

A nova Constituição Federal que fora promulgada no mês de outubro em 1998 demonstra o resultado do desenrolar desse processo nessas duas décadas, dando início ao SUS (Sistema Único de Saúde) declarando no art.196 que a “Saúde é direito de todos e dever do Estado”. Diante a constituição o SUS é um serviço único, gratuito e igualitário.

A Lei nº 8.080 de 1990, confere as disposições institucionais que declara ser atribuição do SUS, diante dos seus três níveis de governo, “ordenar a formação dos recursos humanos na área de saúde”.

Pronto. Esperamos que você tenha aprendido um pouco sobre a história do SUS. Ah… E se você já teve alguma experiência nesta rede de saúde, que tal compartilhar conosco e deixar um comentário aqui embaixo?

Os erros mais comuns na hora da suplementação

Conheça estas dicas importantes sobre suplementação

 

Com a popularidade do mundo fitness, os suplementos passaram  a ser ainda mais utilizados. Homens e mulheres que buscam o corpo perfeito, a suplementação é uma das formas que os atletas buscam de manter a forma e melhorar a performance.

Pessoas de todas as idades, as academias estão cheias que atletas que traçam objetivos e metas. Mas, muitas vezes essas pessoas se perdem na hora da suplementação, pois iniciam o processo sem uma consulta prévia ao médico. O uso de suplementos é extremamente benéfico para a performance, mas precisa ser feito com cautela.

Muitas pessoas se automedicam, e isso acontece com a suplementação. Por ser comum o uso nas academias, os atletas passam a utilizá-lo de forma esporádica, o que pode ser extremamente prejudicial à saúde. Pensando nisso, separamos os erros mais comuns na hora da suplementação. Confira!

 

1- Não tome mais suplementos do que realmente necessita

Proteínas, carboidratos e até vitaminas, quando consumidas numa dose excessiva, pode causar prejuízos ao organismo. Por isso, não adianta tomar doses dobradas de Whey Protein, pois, com isso, os efeitos colaterais serão negativos e não positivos. Ingerir a quantidade recomendada é a melhor estratégia sempre. O corpo atingirá os objetivos de forma saudável.

 

2- Não consuma suplementos antes de treinar para aumentar o desempenho

A busca por atingir o objetivo rapidamente faz com que as pessoas utilizem os suplementos um pouco antes de iniciar o treinamento, mas de acordo com especialistas, isso é um erro. A suplementação tende a causar efeitos a longo prazo e não imediatamente. Por isso:

  • Não tome creatina antes do treino para melhorar a performance naquele momento: O efeito da suplementação com creatina é crônico, ou seja, ele só ocorre depois que houver saturação celular e isso leva alguns dias para começar a acontecer.
  • Não ingerir dextrose ou maltodextrina antes do treino para otimizar a performance: Para a maioria das pessoas essa prática pode causar um efeito contrário do desejado. Ao ingerir dextrose antes de treinar, pode ocorrer uma queda na performance devido a instalação de uma hipoglicemia de rebote. O

 

3- Não use somente whey protein após o treino

tomando whey protein

Ingerir apenas o whey protein é desperdício. Pois, após o treinamento, a principal necessidade do organismo é repor as reservas de glicogênio perdidas durante o exercício físico. O mais recomendado para isso é consumir carboidratos (dextrose, maltodextrina) em conjunto com a fonte protéica de rápida absorção (whey protein).

 

4- Não tomar whey protein com leite após o treinamento

Whey protein é uma proteína de rápida absorção. Porém, o consumo de whey protein com leite irá retardar o processo. Por isso, o consumo do suplemento deve ser feito com água, visando um rápido esvaziamento gástrico.

 

5- Não considerar os polivitamínicos remédios

Muitos tratam o polivitamínicos como se fossem remédios, mas isso é um grande erro. Mas, na quantidade certa eles realmente deixam o corpo protegido, porém, nunca devem ser usados para tratar doenças já instaladas no organismo. Pois, eles não possuem efeito alopático, ou seja, não produzem reação oposta aos sintomas.

6-  Não use de repositores energéticos durante atividade aeróbica, quando a intenção é reduzir a gordura corporal

Nas academias muitas pessoas fazendo bicicleta ergométrica, esteira ou outros exercícios aeróbicos com o objetivo de perder gordura corporal, ingerindo repositores energéticos ao invés de água, e esse é um grande erro. Isso mesmo!

Essas bebidas só devem ser ingeridas durante a atividade aeróbica em duas situações específicas: para aumento de performance ou para repor os eletrólitos em exercícios com duração superior a uma hora. Isso porque esses repositores energéticos contém altas concentrações de carboidratos e se ingeridos à revelia e sem controle, podem causar efeito contrário ao objetivo desejado.

 

Siga as dicas para evitar cometer erros na hora da suplementação!

Os Impactos do Mundo Corporativo no Meio Ambiente

As empresas e o meio ambiente

A preocupação com o meio ambiente é um assunto que sempre está em alta, e com razão.

Atualmente, o crescimento acelerado não só da população, mas também do mundo corporativo e das indústrias, tem impactado grandemente o meio ambiente e a natureza.

O aumento do empreendedorismo tem sim suas vantagens para pessoas e para o país, porém, é preciso se atentar para questões ambientais para que os benefícios se estendam para o mundo e para o ambiente.

A quantidade de resíduos advindos de indústrias e empresas com uma alta produção, podem ser fatais em questão de poluição de ar, de água e de outros fatores importantes na natureza.

Ao explorar elementos naturais e despejar resíduos no ambiente sem conscientização, a própria empresa está se prejudicando a longo prazo.

Afinal, não adianta construir um império e destruir o meio em que ele deve se desenvolver.

Os benefícios de ser uma corporação consciente e sustentável são muito atraentes para a natureza, e também para o bolso dos empresários e empreendedores.

A importância da conscientização da equipe

Ao agregar uma conscientização ambiental em uma empresa, toda a equipe precisa passar por esse processo.

Afinal, a equipe é o coração de um negócio, e precisa estar alinhada com os princípios adotados pela corporação.

Realizar palestras, projetos e estratégias sustentáveis dentro da empresa, ajudará com que os impactos gerados por ela sejam amenizados.

Com isso, é possível até mesmo melhorar a qualidade de vida dos funcionários.

Essas atitudes geram boas práticas dentro do seu negócio, além de melhorar o bem-estar e, consequentemente, o desempenho de sua equipe no trabalho.

Os esforços que atraem as mudanças

Antes de tudo, é importante que a empresa se empenhe em adotar estratégias e métodos para conhecer o seu impacto real e particular no meio ambiente.

Quantos poluentes o seu negócio tem jogado na natureza? Quais os resíduos gerados? Qual a taxa de emissão de gases nocivos? Quanto material sua empresa tem jogado fora que poderia ser reciclado?

Todas essas e outras questões precisam ser levantadas. Para isso, é preciso apostar em uma gestão ambiental na corporação, com profissionais que possam ser assertivos e eficientes no diagnóstico.

E não pense que isso será mais um gasto para sua empresa, pois esse é um dos melhores investimentos para ser aplicado em seu negócio, com possibilidades de grandes retornos!

Toda essa questão precisa ser analisada e, após isso, traçar estratégias de sucesso para transformar todo o impacto negativo em algo positivo para o negócio e para o meio ambiente.

Benefícios de ser uma empresa sustentável

 

As práticas sustentáveis dentro de seu negócio podem trazer excelentes retornos ambientais e financeiros, além de agregar valor para sua marca.

Os clientes atualmente estão muito mais ligados nas questões de conscientização. O crescimento do público que deixa de adquirir um produto por ir contra suas ideologias tem sido alarmante.

Muitas pessoas tem trocado até mesmo suas marcas favoritas, por outras que carreguem uma mensagem mais consciente.

Um exemplo disso é o aparecimento de versões veganas, naturais, sem elementos químicos e sem testes em animais, tanto de marcas novas no mercado quanto de marca que estão abandonando essas práticas.

Com isso, podemos ver no meio corporativo o surgimento de muitos certificados com selos de qualidade, que precisam de uma série de aprovações por instituições autorizadas.

Apesar de todo o investimento para conseguir essas certificações, o resultado com a agregação de valor desses selos tem sido recompensador para grandes empresas.

Ou seja, é possível ajudar o meio ambiente e ainda colher frutos disso em forma de lucro e qualidade de vida em sua empresa.

Além disso, existem outras diversas formas de diminuir gastos através de estratégias sustentáveis.

Por isso, vale muito a pena saber mais sobre quais são essas opções de redução de custos de forma sustentável, diminuindo o impacto ao meio ambiente de sua empresa e conquistando seu público cada vez mais!

Se você gostou do artigo e quer continuar por dentro de dicas valiosas para sua carreira, continue acompanhando o blog do nosso parceiro Cadastro Empresa!

Dicas para ser um melhor empreendedor

O caminho para o empreendedorismo é incrível. O que significa que para ter sucesso, você precisa estar emocionalmente sintonizado com a forma como você se conduz e seu negócio.

Então, aprenda sobre essas três questões gritantes que muitos fundadores enfrentam–pelo menos, na minha experiência. Cortar estes hábitos tóxicos irá impulsionar a sua capacidade de ser um empresário de sucesso.

Pare de aceitar a mediocridade

Uma vez que suas vidas são todas sobre eficiência e garantir que sua empresa está executando as melhores práticas, eles logo se tornam perplexos e extremamente frustrados com as experiências dos clientes.

Em outras palavras, empresários bem sucedidos não aceitam a mediocridade.

Isto não se aplica apenas aos negócios. Se você quer ser um empreendedor de sucesso, você precisa aprender a parar de aceitar relacionamentos medíocres, experiências, e especialmente não se aceitar a si mesmo como sendo medíocre.

Sempre esforce-se por mais

Como disse o grande empresário Henry Ford, ” a mediocridade é o pior inimigo da prosperidade.”

Não deixe que seu tempo seja desperdiçado

Preguiça e mediocridade

Especialmente no empreendedorismo, tempo é dinheiro. Os bons empresários são cautelosos com o seu tempo e fazem tudo o que podem para evitar atividades que perdem tempo.

Então, evite nutrir relacionamentos e hábitos que não vão cuidar de você de volta.

Estive em reuniões produtivas que impulsionaram entusiasmo, estratégia e ajudaram a minha equipe a aproximar-se do nosso objectivo. Eu também fui a muitas reuniões que foram uma enorme perda de tempo, tanto que eu tenho uma caneca de café que diz: “Esta reunião deveria ter sido um e-mail.”

Isso não significa que você deve evitar qualquer e tudo o que não vai levá-lo e seu negócio à frente. Significa apenas que os bons empresários avaliam como os seus processos e como gastam o seu tempo. Esta é uma parte crucial da produtividade e ajuda a mantê-lo consciente de grandes atividades em perda de tempo.

Também não permita que seu cliente perca seu tempo. Por isso, se você tiver um negócio local, é importante ter uma máquina de cartão de crédito e débito para seu estabelecimento.

Nunca se coloque como vítima

Empresários bem sucedidos prosperam diante da rejeição e não caem sem lutar. Lidamos com muita rejeição e luta, por isso nunca nos podemos ver como a vítima. Não culpe seu time ou outras pessoas pelos seus defeitos e falhas.

Nunca deixe seu ego ou orgulho te façam pensar que é bom demais para fazer uma tarefa. Se você quer ter sucesso, você precisa deixar o orgulho e o jogo de culpa na porta.

Cada pessoa tem uma história, uma época na sua vida em que devia ter permitido que a derrota ganhasse. Em vez disso, eles se tiraram de uma situação ruim para seguir sua paixão, e apostar em si mesmos.

Você precisa ser capaz de carregar o peso dos outros.

Não coloque os seus problemas, confusões ou lutas no seu time ou em qualquer outra pessoa. Os melhores empreendedores são líderes resilientes, não vítimas de suas próprias circunstâncias.